98 Live - Logo
  1. News
  2. Esporte
  3. Com gol de Vargas, Atlético vence o Athletico-PR em Curitiba

Com gol de Vargas, Atlético vence o Athletico-PR em Curitiba

O gol de Vargas foi o primeiro dele com a camisa do Atlético, garantiu a vitória atleticana e aproximou o alvinegro do líder do Brasileirão, São Paulo.

Por Vinícius Silveira - Esporte12/12/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

O Atlético venceu o Athletico-PR, por 1 a 0, na Arena da Baixada, valendo pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol único do Galo foi anotado por Eduardo Vargas, o primeiro dele com a camisa atleticana.

Com o resultado, o Atlético se consolidou na vice-liderança do Brasileirão, com 46 pontos, e reduziu a quatro pontos a distancia para o líder, São Paulo. O tricolor paulista ainda jogará neste domingo, contra o Corinthians.

Na próxima rodada, Atlético e São Paulo irão se encontrar no Morumbi, quarta-feira (16), às 21h30.

GALO COMEÇA MAL, MAS TERMINA O PRIMEIRO TEMPO VENCEDOR

O técnico Jorge Sampaoli apostou na dupla Gabriel e Junior Alonso na zaga. Réver, mesmo em condições de jogo, ficou no banco de reservas. Mais a frente, o meio-campo foi formado por Allan, Zaracho e Hyoran.

Apesar da formação diferente, o Atlético demorou a engrenar no jogo e levou dois belos sustos nos minutos iniciais do jogo. O primeiro no chute de Nikão, que acertou o travessão de Everson. Logo depois, Renato Kayser cabeceou a bola cruzada por Erick, mas bola foi para fora.

Nos minutos seguintes, o Atlético melhorou em campo, a equipe se entrosou e passou a criar chances. O Galo apostava, principalmente, no lado esquerdo, com Guilherme Arana e Keno. A primeira boa oportunidade resultou no gol de Eduardo Vargas, mas foi anulado por impedimento.

Após as chances desperdiçadas por Savarino e Allan, o Atlético teve um pênalti marcado depois de um toque na bola por Abner. Na cobrança, Keno bateu mal e Santos defendeu.

Mas Keno recuperou-se e com estilo. Primeiro na finalização, que passou próximo ao ângulo esquerdo de Santos, e aos 43 minutos, o camisa 11 puxou o contra-ataque e serviu a Vargas, que entrou na área e bateu de perna direita, um belo gol do atacante chileno.

FORTES EMOÇÕES, MAS O GALO CONFIRMA A VITÓRIA

No segundo tempo, o Atlético começou balançando as redes, novamente com Eduardo Vargas, mas o VAR anulou o gol do atacante chileno. Seria um golaço. O Atlhetico-PR buscou o ataque, mas parava na defesa mineira.

Por sua vez, o Atlético encontrava espaços, buscava criar as jogadas, mas quando deveria finalizar, pecava no último passe. Com isso, o Galo finalizou menos que na etapa anterior, tornando a partida perigosa, não apenas pelo resultado apertado, como também pela falta de definição das jogadas ofensivas.

Após muita posse de bola e pouca efetividade, as chances de perigo começaram a acontecer e foram a favor do Athletico-PR. A principal delas aconteceu aos 38 minutos. No cruzamento que apareceu da direita, Abner apareceu livre na grande área e cabeceou. O goleiro Everson fez uma grande defesa.

Nos minutos finais, muita empolgação por parte do Athletico-PR, mas sem traduzir em gols, confirmaram a vitória do Galo em Curitiba.