98 Live - Logo
  1. News
  2. Esporte
  3. Com gol e expulsão de Pottker, Cruzeiro vence o Sampaio Corrêa

Com gol e expulsão de Pottker, Cruzeiro vence o Sampaio Corrêa

O time celeste derrotou o Sampaio Corrêa, por 1 a 0, no estádio Castelão, em São Luis. O gol cruzeirense foi anotado por William Pottker, nos minutos iniciais da partida.

Por Vinícius Silveira - Esporte09/01/2021
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

O Cruzeiro voltou a vencer na Série B do Brasileirão. O time celeste derrotou o Sampaio Corrêa, por 1 a 0, no estádio Castelão, em São Luís. O gol cruzeirense foi anotado por William Pottker, nos minutos iniciais da partida.

Com o resultado, o Cruzeiro subiu duas posições e chegou ao 11º lugar, com 44 pontos. Os três pontos somados contra o Sampaio Corrêa praticamente livraram o time celeste de qualquer risco de rebaixamento para a Série C.

O Cruzeiro voltará a jogar na próxima quarta-feira (13), contra o Oeste de Barueri, no Estádio Independência, às 21h30.

CRUZEIRO COMEÇA BEM, MAS RECUA MUITO CEDO

Nos primeiros minutos, o Cruzeiro apareceu de forma ofensiva e buscando o gol. Não demorou muito e aos três minutos, Airton arrancou pela esquerda e cruzou rasteiro para entrada de William Pottker, que finalizou a bola para as redes.

Com o resultado positivo parcial, o Cruzeiro poderia ter entrado mais na defesa do Sampaio Corrêa, pois encontrava espaços, principalmente, nas costas dos laterais. Não adiantou muito. O time celeste passou a jogar de forma recuada a partir da metade do primeiro tempo e chamou o adversário para o ataque.

Em alguns lances, o Sampaio Corrêa chegou a levar perigo, com Roney e Robson, mas faltou capricho no arremate. O Sampaio Corrêa ocupou o setor ofensivo. Por sua vez, o Cruzeiro aceitou a pressão da Bolívia Querida e aguardou o fim do primeiro tempo levando pressão do adversário.

FÁBIO SE DESTACA PARA GARANTIR O RESULTADO

Na etapa final, o técnico Luiz Felipe Scolari colocou mais um volante no time, Jadsom Silva. Quem saiu foi Giovanni. Parecia que o treinador celeste estava prevendo o que aconteceria pouco tempo depois. Aos quatro minutos, William Pottker levou cartão amarelo por isolar a bola quando o jogo estava parado. No minuto seguinte, o atacante cruzeirense levou novo amarelo e depois o vermelho por reclamação.

Sem Pottker, o Cruzeiro foi nulo ofensivamente e não criou nenhuma chance de gol. Com um jogador a mais, o Sampaio Corrêa se jogou ao ataque, chegando a colocar todos os jogadores de linha dentro do campo defensivo celeste.

O goleiro Fábio mostrou que é ídolo da história do Cruzeiro fazendo defesas importantes, garantindo o resultado para os celestes. Nos minutos finais, o que era superioridade em campo, virou pressão. O Sampaio Corrêa passou a cruzar bolas na grande área, e a zaga cruzeirense levou vantagem em quase todas as jogadas. Quando tinha espaço para o arremate, a Bolívia Querida falhava na pontaria.