98 Live - Logo
  1. News
  2. Esporte
  3. Com três gols de Keno, Atlético vence Atlético-GO em Goiânia

Com três gols de Keno, Atlético vence Atlético-GO em Goiânia

Primeiro tempo do Atlético não foi dos melhores, mas na etapa final, o Galo garantiu a vitória com 45 minutos iluminados de Keno

Por Guilherme Souza - Esporte20/09/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Foto: Bruno Cantini/Atlético

Os dois xarás Atléticos mediram forças na noite deste sábado (19), no Estádio Olímpico, em Goiânia. A partida foi válida pela décima primeira rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Com um segundo tempo de almanaque e uma virada comandada pelas mudanças de Jorge Sampaoli, o Atlético venceu o Atlético Goianiense por 4 x 3, chegou ao sétimo triunfo no torneio e assumiu a liderança, com 21 pontos. 

Na primeira etapa, a partida começou marcada pela eficiência dos dois goleiros. Aos dez minutos, Gustavo Ferrareis saiu cara a cara e Everson saiu o time alvinegro com uma bela defesa com a perna direita. Pouco tempo depois, aos doze minutos, foi a defesa de Alan Franco completar um cruzamento e fazer com que Jean operasse um milagre. 

O jogo continuava franco e com as duas equipes propondo as ações. Aos vinte minutos, Oliveira acertou o tradicional pombo sem asas da entrada da área, no ângulo direito de Everson, abrindo o placar para os goianos. 

Após o gol dos donos da casa, a partida ganhou ainda mais movimentação. A equipe de Jorge Sampaoli se lançou ao ataque de forma mais incisiva, em contrapartida dava brechas para os contra-ataques da equipe rubro-negra. Aos trinta minutos, Savarino marcou, mas, em impedimento, corretamente assinalado pelo VAR. O Atlético Goianiense respondeu com o lateral Nicolas, que obrigou Everson a fazer outra grande defesa. 

Na última volta do ponteiro no primeiro tempo, Keno recebeu um belo passe pela esquerda e perdeu um gol incrível, batendo pra fora. Parecia que não seria a noite do camisa 11.

GALO MUDA POSTURA EM CAMPO E VIRA O JOGO

Na segunda etapa, o técnico argentino já voltou com duas alterações. Igor Rabello na vaga de Guga, que dava muita liberdade pelo lado direito. E Nathan no lugar de Allan. Nathan deu dinamismo ao meio-campo e intensificou a criação.

Aos cinco minutos, Nathan fez grande jogada e sofreu pênalti. Keno cobrou no canto esquerdo e deixou tudo igual.

Dois minutos depois, Gustavo Ferrareis invadiu a área e colocou os goianos novamente na frente.

Mas a noite era de Nathan e Keno. Ele recebeu um belo cruzamento de Savarino pela direita e só teve o trabalho de completar para o fundo das redes, empatando outra vez.

Dez minutos depois, a zaga recuou errado para Jean e Keno, atento, roubou a bola, invadiu a área e virou para o alvinegro.

E confirmando a noite iluminada, Keno foi para as redes pela terceira vez. Mariano, que foi mais uma novidade de Sampaoli na segunda etapa, cruzou e o atacante, de peixinho, fez o quarto gol e selou a vitória atleticana. 

Na sequência, por muito pouco, Nathan faria um golaço do meio-campo. Jean se esticou todo e evitou o quinto. No último minuto, Gilvan cabeceou após cobrança de escanteio e diminuiu o prejuízo, mas, era tarde demais.