Carregando...

Esporte

Cruzeiro bate o Vitória e reage no Campeonato Brasileiro

Com um gol do meia Régis, o Cruzeiro derrotou o Vitória no Mineirão e quebrou o jejum de vitórias.

Por Guilherme Souza

Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Cruzeiro e Vitória entraram em campo na noite desta sexta-feira (11), no Mineirão, em partida válida pela nona rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Com um gol do meia Régis, aos trinta minutos da segunda etapa, na estreia do técnico Ney Franco. A Raposa quebrou a sequência de seis partidas sem vitórias e subiu para a 13ª colocação, agora com 8 pontos.

A PARTIDA

Com a sequência de maus resultados e com a mudança no comando técnico, a Raposa tomou a iniciativa da partida e buscou controlar as ações desde o início. Logo aos dois minutos, o time perdeu uma grande chance. Marcelo Moreno, em posição frontal, finalizou à esquerda do goleiro Ronaldo, a bola desviou e levou muito perigo.

Aos quinze minutos, o Cruzeiro continuava na pressão. Maurício recebeu na entrada da área e arriscou. A bola, novamente, passou perto do gol.

Depois dos vinte primeiros minutos, o Vitória se soltou mais e perdeu a timidez na partida. Passou a buscar investidas em bolas aéreas. A grande primeira chance do time baiano foi aos vinte e cinco minutos, quando, após cobrança de escanteio, a bola foi desviada e quase morreu no fundo das redes celestes.

A Raposa respondeu à altura e Airton quase marcou aos trinta e cinco, com um chute pelo lado direito, que obrigou Ronaldo a fazer boa defesa.

No final da primeira etapa, quase o gol da equipe visitante por duas vezes. Na primeira oportunidade, Vico arriscou de fora da área, a bola desviou e quase enganou Fábio. Na cobrança de escanteio, após desvio na primeira trave, Fábio salvou.

SEGUNDO TEMPO

Se na primeira etapa, o Cruzeiro foi só pressão, no segundo tempo a coisa não foi diferente. Desde o primeiro minuto, a intensidade foi mantida, com um time determinado e ocupando o campo de ataque. O gol parecia questão de tempo.

O goleiro Ronaldo e a zaga rubro-negra se seguravam como podiam. Aos 20 minutos, após um belo chute de Airton, a zaga salvou em cima da linha.

Aos vinte e oito, foi a vez de Thiago perder uma grande chance, após uma cabeçada na segunda trave.

E aos trinta minutos veio o alento. Após grande jogada de Arthur Caíke, nome importante na partida, o atacante cruzou na medida para Régis, que saiu do banco de reservas para cabecear a bola do gol celeste, furando a defesa do Vitória.

Após o gol, o Cruzeiro seguiu pressionando e Régis quase aumentou, mas a bola, caprichosamente, acertou a trave direita. 

Mas o final ainda reservava fortes emoções. Após contra-ataque rápido, aos trinta e nove minutos, Fábio fez uma grande defesa, evitando o empate.

PRÓXIMO JOGO

Na próxima rodada, o Cruzeiro enfrentará o CSA, no sábado (19), às 21h, no Estádio Rei Pelé, em Maceió.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais