98 Live - Logo
  1. News
  2. Esporte
  3. Cruzeiro derrota Patrocinense e garante vaga na final do Troféu Inconfidência

Cruzeiro derrota Patrocinense e garante vaga na final do Troféu Inconfidência

Os gols celestes foram marcados no segundo tempo por Ramon, Roberson e Maurício

Por Vinícius Silveira - Esporte01/08/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

O Cruzeiro garantiu vaga na final do Troféu Inconfidência. O time celeste venceu o Patrocinense por 3 a 0, no Mineirão. Os gols celestes foram marcados no segundo tempo, com Ramon, Roberson e Maurício.

O Cruzeiro aguarda o classificado do confronto entre Uberlândia x Boa Esporte, que jogarão amanhã, às 19 horas, no Parque do Sabiá.

CRUZEIRO ATACA E PATROCINENSE APENAS SE DEFENDE

Como era esperado, o técnico Enderson Moreira fez várias mexidas no time. Entre algumas alterações, escalou o goleiro Vitor Eudes, formado nas bases do clube e promoveu a estreia do lateral-esquerdo Giovanni.

No primeiro tempo, o Cruzeiro foi todo ataque e o Patrocinense se resguardou na defesa. O goleiro Thiago Passos fez duas boas defesas, sendo a primeira no chute de Filipe Machado e a segunda na finalização do meia Maurício. 

Outras duas finalizações passaram muito perto do gol de Thiago Passos, também com Filipe Machado e depois com Claudinho.

Ofensivamente, o Patrocinense só foi efetivo na reta final do primeiro tempo, após a falta cobrada por Igor e a finalização de Emerson, sem força.

A etapa final foi uma reprise do primeiro tempo: Cruzeiro atacou muito e Patrocinense apenas se defendeu. Após muita pressão, as investidas do time celeste tiveram efeito. Aos 11 minutos, Maurício bateu o escanteio para Ramon entrar e cabecear a bola para as redes de Thiago Passos.

No decorrer do jogo, o domínio territorial e tático era visível, mais pouco produtivo até os 31 minutos. O volante Adriano chegou pela direita e cruzou na cabeça de Roberson, que anotou o primeiro gol dele com a camisa celeste. 

Com o jogo praticamente resolvido, ainda sobrou tempo para o Cruzeiro fazer o terceiro gol com Maurício. João Lucas fez o cruzamento pela esquerda e o goleiro Thiago Passos falhou. A bola tocou em Stênio e sobrou para o camisa 11 celeste escorar de cabeça para o gol.