98 Live - Logo
  1. News
  2. Esporte
  3. Cruzeiro é derrotado nos pênaltis e dá adeus à Copa do Brasil

Cruzeiro é derrotado nos pênaltis e dá adeus à Copa do Brasil

No tempo normal, a Juazeirense devolveu o placar construído pelo time celeste no Mineirão.

Por Guilherme Souza - Esporte09/06/2021
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro


Juazeirense e Cruzeiro se enfrentaram na noite desta quarta-feira, no Estádio Adauto Moraes, em Juazeiro (BA), em duelo de volta da terceira fase da Copa do Brasil. No tempo normal, a Juazeirense venceu por 1x0, com um gol de Thauan. Nos pênaltis, o time baiano levou a melhor, por 3x2. Com o resultado, o Cruzeiro deu adeus à Copa do Brasil.

O próximo compromisso da Raposa será no sábado, às 21h, contra o Goiás, no Mineirão, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.


 TIME MODIFICADO

O técnico Felipe Conceição promoveu mudanças na equipe titular do Cruzeiro. Nas vagas de Joseph e Flávio, que já atuaram na competição, entraram Weverton e Matheus Neris. Além disto, Rafael Sóbis foi sacado para a entrada de Matheus Barbosa.

PRIMEIRO TEMPO FRACO

A primeira etapa foi bastante fraca tecnicamente. A qualidade do gramado contribuiu bastante para que o nível da partida caísse. Os dois times apostaram bastante em ligações diretas.

A grande chance da equipe da casa aconteceu aos doze minutos, quando Clebson cobrou falta e Fábio segurou firme.

O Cruzeiro, por sua vez, conseguiu assustar aos trinta e quatro. Rômulo levantou a bola na área, Ramon escorou e Bruno José dominou tirando da marcação. A bola saiu pela linha de fundo.    

 

SEGUNDO TEMPO

Na segunda etapa, a Juazeirense se lançou ao ataque e o Cruzeiro ficou retraído, sustentando o resultado. No entanto, as descidas do time celeste assustavam.

Aos dez minutos, Bissoli dominou na entrada da área e pegou firme na bola, que foi pra fora.

Aos vinte e sete, Airton teve a “bola do jogo”. Ele recebeu um cruzamento na medida e, de cabeça, mandou pra fora, perdendo uma chance incrível.

Felipe Conceição promoveu a entrada do zagueiro Paulo para conservar o resultado. No entanto, a decisão chamou o time da casa.

Aos trinta e cinco, Thauan recebeu pelo lado direito e mandou pra fora, perdendo uma grande chance. Cinco minutos depois, não teve jeito. Kanu desviou lançamento, Kesley chegou na linha de fundo e rolou para trás. Na pequena área, estava Thauan, que de carrinho empurrou para o fundo das redes.  

Aos quarenta e nove, Ramon recebeu livre, chutou por cima e Waquinho tirou em cima da linha. No rebote, o zagueiro acertou o travessão.

 

DERROTA NA DISPUTA POR PÊNALTIS

Na disputa por penalidades, Rodrigo Calaça fez a diferença. O goleiro defendeu as cobranças de Rômulo e Matheus Barbosa. Felipe Augusto mandou para fora. Adriano e Cáceres anotaram os gols celestes na derrota por 3x2. Kanu, Wendell e Ian Augusto converteram para os mandantes. Guilherme Lucena parou em Fábio.