98 Live - Logo
  1. News
  2. Esporte
  3. Desde a década de 1980, Atlético e Cruzeiro não mudam de ano em plena temporada

Desde a década de 1980, Atlético e Cruzeiro não mudam de ano em plena temporada

Em um período que o Brasileirão alterava de regulamento a cada ano, Atlético e Cruzeiro já viraram o ano ainda em plena temporada.

Por Vinícius Silveira - Esporte01/01/2021
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Foto: Bruno Cantini/Atlético

Com a alteração do calendário do futebol brasileiro em 2020, por causa da pandemia do coronavírus, a maioria dos campeonatos nacionais vai terminar em 2021. A Série B será a primeira competição a terminar, com data marcada para o dia 30 de janeiro. Logo depois, vem a Copa do Brasil, com final marcada para 10 de fevereiro. Por fim, o Brasileirão da Série A terá a última rodada acontecendo no dia 24 de fevereiro.

Para Atlético e Cruzeiro, virar o ano ainda em plena temporada não é novidade. No entanto, há mais 30 anos que tal fato não acontece com os dois times. Na década de 90, Galo e Raposa chegaram a ter vários compromissos em dezembro. Por exemplo, o alvinegro fez a final do Brasileiro de 1999, contra o Corinthians, no dia 22 de dezembro. No ano anterior, os celestes decidiram a Copa Mercosul, contra o Palmeiras, no dia 29 de dezembro.

ATLÉTICO DISPUTA O BRASILEIRO DE 1986 EM 1987

Até 2003, o Campeonato Brasileiro mudava o regulamento a cada ano, e o número de times era diversificado. No Brasileirão de 1986, teve 48 participantes, começou em agosto e terminou somente em fevereiro de 1987.

O Atlético fez excelente campanha na primeira e segunda fase do Campeonato Brasileiro, terminando líder de seu grupo nas duas oportunidades, e entrou em 1987 com boas perspectivas de disputar o título nacional.

No mata-mata, o Galo eliminou Flamengo e Cruzeiro, mas parou no Guarani de Campinas, nas semifinais. O último jogo contra o bugre aconteceu no dia 18 de fevereiro de 1987. Os embates do Atlético contra os celestes ocorreram nos dias 8 e 11 de fevereiro, com empates em 0 a 0 e 1 a 1, respectivamente.

CRUZEIRO ENCERRA PARTICIPAÇÃO NO BRASILEIRO DE 1988 EM 1989

A segunda edição da Copa União buscava repetir o sucesso da primeira, em 1987. Como era de se esperar, o regulamento foi alterado e o Brasileirão de 1988 acrescentou mais oito times, passando a ser disputado por 24 equipes.

Semifinalista em 1987, o Cruzeiro fez uma campanha ruim no primeiro turno da Copa União de 1988, mas na etapa seguinte, só não foi melhor que o Vasco da Gama. A boa campanha no segundo turno credenciou o clube celeste a fase de mata-mata do torneio.

A fase de quartas de final aconteceu nos dias 29 de janeiro e 01 de fevereiro de 1989, e o adversário foi o mesmo das semifinais da Copa União de 1987: o Internacional. O time gaúcho eliminou o Cruzeiro após empate no Mineirão, por 0 a 0, e a vitória no Beira-Rio, por 2 a 0.