Carregando...

Esporte

Em tarde de Nacho, Atlético bate o América no Mineirão

Em tarde inspirada do argentino, o alvinegro venceu e se isolou na liderança do Campeonato Mineiro.

Por Guilherme Souza

Foto: Divulgação/Mineirão


Atlético e América duelaram neste domingo (4), no Mineirão, em partida válida pela sétima rodada do Campeonato Mineiro. Com dois gols de Nacho Fernández e um de Guilherme Arana, o Galo venceu o Coelho por 3x1. João Paulo fez o gol americano.

Com o resultado, o time atleticano se isolou na liderança do torneio, com 18 pontos. O Coelho, por sua vez, segue na vice-liderança, com 15.

Na próxima rodada, o Atlético receberá o Pouso Alegre, na quarta-feira (7), às 16h, no Mineirão. O América também jogará em casa – o adversário será o Patrocinense, na quinta-feira (8), às 17h, no Independência.

 PRIMEIRO TEMPO DE DETALHES

A primeira etapa começou com as duas equipes querendo jogo. O Atlético era comandado por Nacho Fernández, que tentava acionar Keno e Savarino pelos lados. Aos nove minutos, o alvinegro chegou pela primeira vez. Keno recebeu pela esquerda, tocou para Guilherme Arana, que cruzou na medida para Savarino, que cabeceou pra fora, levando muito perigo.

Aos doze, o Coelho respondeu com Ademir, que soltou uma bomba de longe, e obrigou Everson a defender em dois tempos. Quatro minutos depois, em uma cobrança de falta a longa distância, o alvinegro inaugurou o marcador com Nacho. O meia cobrou falta de longe, a bola resvalou em Ademir, tirando qualquer chance de defesa para Matheus Cavichioli. O gol acendeu o Atlético, que passou a controlar o jogo. Em seguida, após cruzamento rasteiro, Nacho foi bloqueado no momento do arremate.

A grande oportunidade do América no primeiro tempo viria em seguida. Após bobeira de Junior Alonso, Rodolfo roubou, saiu cara a cara e tentou driblar Everson, que se recuperou e fez excelente defesa.

O jogo era lá e cá! Nacho recebeu de Savarino, ficou de frente para Cavichioli e soltou a bomba – o goleiro americano fez uma defesaça!

Na primeira parte do jogo, ainda teve tempo para Keno arriscar de longe e assustar a meta americana.

 SEGUNDO TEMPO AGITADO

 O América voltou completamente diferente para a segunda etapa. O Coelho levou um “choque” no vestiário e voltou com fome de jogo.

No entanto, a primeira grande chance foi do Atlético. Arana cruzou na cabeça de Nacho, que cabeceou na trave; na sobra, Sasha e Savarino disputaram a bola, que foi pra fora.

Em seguida, o América foi recompensado pela mudança de postura. João Paulo recebeu pela esquerda e soltou um “pombo sem asas”. Uma pintura no Gigante da Pampulha! O Coelho cresceu após o gol e passou a controlar as ações. Aos quatorze, Juninho arriscou firme de longe e Everson fez boa defesa, mandando para escanteio.    

Mas a tarde era mesmo do argentino Nacho Fernández. Eduardo Vargas tabelou com Hulk, Cavichioli salvou, e na sobra, o meia apareceu para completar para o gol.

Ainda teve tempo para mais um. Vargas tentou cruzar para a área, a defesa afastou – a bola sobrou limpa para Guilherme Arana, que arriscou no canto de Cavichioli para dar números finais ao jogo.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais