Carregando...

Esporte

FIFA condena Atlético a pagar R$ 4,4 milhões ao Rentistas por Terans

Jogador teve passagem apagada pelo Atlético e atualmente joga no Peñarol-URU por empréstimo

Por Vinícius Silveira

O Comitê de Status de Jogadores da FIFA recebeu o pedido do Rentistas, do Uruguai e determinou ao Atlético pagar 828 mil dólares, pouco mais de R$ 4.4 milhões de reais. A notícia foi publicada inicialmente pelo Globoesporte.com.

A condenação chegou ao Atlético em 25 de maio de 2020 e caso o clube não pagasse o valor estipulado pela Justiça no prazo de 45 dias, ficaria impedido de registrar jogadores até a quitação da dívida ou no máximo por três janelas internacionais.

Na ocasião, o Atlético recorreu ao Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) para recorrer da decisão na FIFA em primeira instância e por isso a punição foi congelada. O Galo comprou 70% de David Terans por 1,6 milhões de dólares, pagando as parcelas da seguinte maneira:

600 mil dólares em 10/7/2018

250 mil dólares em 20/12/2018

250 mil dólares em 20/6/2019

250 mil dólares em 20/12/2019

250 mil dólares em 20/6/2020

Caso o Atlético atrasasse as parcelas em 20 dias, o clube sofreria multa de 20% em cima da parcela em aberto. O Rentistas acusa o Galo de não ter pago 190 mil dólares referentes a terceira prestação.

Em novembro de 2019, o Rentistas foi à FIFA cobrando 897 mil dólares. Os valores são: 500 mil dólares referentes às duas parcelas restantes, 190 mil dólares que faltaram da terceira parcela e 138 mil dólares como 20% punição por atraso. O clube uruguaio ainda cobrou 69 mil dólares de honorários, porém, este pedido foi indeferido.

Terans foi contratado em 2018 e teve passagem apagada pelo Atlético. Foram 33 jogos e apenas dois gols. Atualmente, Terans atua no Peñarol-URU por empréstimo.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais