98 Live - Logo
  1. News
  2. Esporte
  3. Goleiro Victor se despede do Atlético neste domingo

Goleiro Victor se despede do Atlético neste domingo

Após quase nove anos, o "São Victor" se despedirá do Atlético neste domingo (28) na partida contra a URT. O contrato do goleiro terminará e não houve renovação.

Por Vinícius Silveira - Esporte27/02/2021
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Uma história de quase nove anos terá seu fim declarado neste domingo. O goleiro Victor fará o último jogo dele com a camisa do Atlético contra a URT, às 18h15, no Estádio Mineirão. O contrato do camisa 1 termina no dia 28 de fevereiro e não será renovado.

Victor será titular do time neste domingo, como forma de homenagem do clube alvinegro ao goleiro, conforme diz a nota fornecida pelo clube.

O Atlético prestará homenagem ao goleiro Victor, carinhosamente chamado de São Victor pela torcida, no jogo deste domingo, contra a URT, no Mineirão, pela rodada de abertura do Campeonato Mineiro. A partida marcará a despedida do goleiro, que se tornou um dos maiores ídolos do Clube em todos os tempos

Pelo Atlético, Victor completou 423 jogos, com 204 vitórias, 109 empates e 110 derrotas. Foi campeão da Copa Libertadores em 2013, da Recopa Sul-Americana e da Copa do Brasil em 2014, além dos Estaduais de 2013, 2015, 2017 e 2020.

Victor chegou ao Atlético em 2012, quando o clube não tinha um goleiro de segurança e capaz de ser titular absoluto. O último até então foi Diego Alves, que ficou no Galo até 2007. Logo depois, uma série de goleiros passaram pelo alvinegro e sem deixar saudades.

Não demorou muito e Victor se consagrou como titular absoluto e ganhou a apelido de “São Victor” pelas grandes defesas em momentos decisivos. A principal delas foi a penalidade máxima defendia após batida do atacante Riascos, no jogo contra o Tijuana-MEX, pela Libertadores de 2013. Logo depois, Victor ainda defendeu a cobrança de pênalti de Maxi Rodriguez, do Newell’s Old Boys-ARG, pela mesma competição.

Tantos milagres e importância durante quase nove anos, tornaram o goleiro ídolo e um dos maiores que vestiram a camisa do Atlético.