98 Live - Logo
  1. News
  2. Esporte
  3. "O Cruzeiro é maior que os problemas que ele tem", disse Sérgio Santos Rodrigues.

"O Cruzeiro é maior que os problemas que ele tem", disse Sérgio Santos Rodrigues.

O novo presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues, falou sobre o início da sua gestão e explicou como pretende sanar as dívidas do clube.

Por Da Redação - Esporte22/05/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

O recém-eleito presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues, concedeu entrevista ao programa 98 Futebol Clube desta sexta-feira e explicou o planejamento de sua gestão, que começará na próxima semana, tendo duração até dezembro.


O Cruzeiro tem solução?

Claro que tem. A gente jamais toparia o desafio, se não tivesse. Vai ser difícil, mas o Cruzeiro é muito maior que os problemas que ele tem. A marca é grande. A torcida é grande. A questão da FIFA na semana que vem, a gente já está começando a conversar sobre isso. As dívidas para frente, a gente já fala, podemos envolver atletas. Nós temos ativos também, e criatividade, que é a grande diferença que a gente quer implementar. Inovação a gente quer fazer.


Como resgatar a confiança do torcedor?

Com credibilidade. Segunda-feira já estamos marcando uma reunião de transição lá no Cruzeiro, é hora pra mostrar o trabalho sério e profissional que a gente sempre quer fazer. Eu tenho certeza que o torcedor vai abraçar. Eu sempre falei isso – Não quero ser presidente pra ser jogador em banheira por jogador, não. Quero que tenha respeito, trabalho,cooperação. Quando o torcedor ver que a gente está fazendo um Cruzeiro pro futuro, eu tenho certeza que ele vai abraçar. 


Sobre a venda de patrimônios para sanar dívidas:

Primeiro, o torcedor tem que entender que pra alienar qualquer patrimônio do Cruzeiro, a gente tem que ter nove décimos de aprovação do Conselho pelo Estatuto. Então, não é uma coisa tão fácil em princípio. Mas é claro que nós estamos abertos a ouvir. Alguns imóveis não estão 100% regularizados, pra que sejam vendidos, é a informação que eu tenho a princípio. Claro que a gente tem que averiguar isso, a partir do momento que a gente entrar. Mas se for necessário, eu falei que não tem problema nenhum. Se for apresentada uma boa proposta pra fazer um empreendimento no Barro Preto, por exemplo, não tem problema nenhum. Se tiver uma proposta na sede, enfim, a gente tem que entender a regularização que a gente não sabe, e segundo, se existem boas propostas. Se for bom para o Cruzeiro, a gente não tem problema nenhum.  

Confira a entrevista na íntegra:




Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.