98 Live - Logo
  1. News
  2. Esporte
  3. Paulo Bracks fala sobre volta aos treinos no América

Paulo Bracks fala sobre volta aos treinos no América

Separados em três grupos, os atletas retomaram os trabalhos, sendo cada grupo em seu determinado horário, com o rodízio também da comissão técnica

Por Da Redação - Esporte02/06/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

O diretor executivo de futebol do América, Paulo Bracks, participou do programa 98 Futebol Clube desta terça-feira. Dentre os assuntos abordados, Paulo falou sobre o futuro do Coelho e sobre o encerramento do Campeonato Mineiro.

 Paulo Bracks afirmou que o América está pronto para retomada do Campeonato Mineiro e descarta interesse do clube no encerramento da competição.

"A nossa posição é muito tranquila. A gente quer jogar, a gente está pronto para jogar. Nós já voltamos às atividades, já estamos na segunda semana, com muita alegria dessa saúde mental dos atletas e de todos nós de voltarmos a treinar. A gente não quer ser campeão sem jogar não. A gente espera que, o cenário fique mais claro nos próximos dias, para a gente poder ter um norte, ter uma data para retomar a competição estadual e pra gente se preparar para o retorno da Copa do Brasil e, principalmente, para a Série B deste ano." 

Volta aos treinos

Separados em três grupos, os atletas retomaram os trabalhos, sendo cada grupo em seu determinado horário, com o rodízio também da comissão técnica. O clube planejou na primeira semana uma atividade com a separação dos atletas dentro de campo, usando 3 campos do CT Lanna Drumond. Um campo na primeira semana foi destinado ao treinamento dos goleiros, o outro campo serve para a preparação do treino, e o campo principal.

Com o início das atividades por volta de oito horas da manhã, e término ao meio dia, a rotina dos atletas também mudaram, a fisioterapia vem acontecendo do lado externo e não dentro da academia como antes. A copa e o vestiário também se mantêm fechados.

"Tem funcionado essas duas semanas. A energia voltou lá no alto para os atletas. Realmente eles precisam. É uma saúde mental desde que claro, a gente tenha condição de fazer a prevenção, fazer esses treinamentos sem expor os atletas a algum risco e os familiares deles"

Confira entrevista completa abaixo:


(Créditos: Mourão Panda/América)

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.