98 Live - Logo
  1. News
  2. Esporte
  3. Presidente do Cruzeiro revela que foi hostilizado no Estádio Ronaldão

Presidente do Cruzeiro revela que foi hostilizado no Estádio Ronaldão

Na live oficial do Cruzeiro, presidente Sérgio Santos Rodrigues declarou que foi hostilizado por pessoas ligadas a Caldense ao final da partida no Ronaldão.

Por Vinícius Silveira - Esporte30/07/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Em live no canal oficial do Cruzeiro no YouTube, o presidente celeste, Sérgio Santos Rodrigues declarou que foi hostilizado por pessoas ligadas a Caldense durante a partida no Estádio Ronaldo Junqueira, em Poços de Caldas.

""Não posso afirmar que era a diretoria da Caldense, porque não conheço seus membros. Não fizeram questão de nos receber e nem se apresentaram como seria comum em qualquer campeonato. Mas quero crer que sejam membros, até porque o protocolo só permite que sejam membros de diretoria que vão. Ao invés de fazer isso, pelo contrário, me hostilizaram pessoalmente. Ao fim da partida, me encaminhei para ir ao vestiário assistir ao jogo do local isolado, onde deveria estar. Oito ou nove dirigentes aproximadamente, ou pessoas que a diretoria permitiu que estivessem ali, ficaram me hostilizando. Oito pessoas gritando com uma pessoa, a Polícia até ficou ao meu lado, mas sem necessidade. Graças a Deus meu espírito é de paz".  ", disse Sérgio Santos Rodrigues. 

Apesar da atitude relatada por Sérgio Santos Rodrigues, o presidente do Cruzeiro garantiu que caso haja um confronto entre os dois clubes em Belo Horizonte, o tratamento será diferente.

"Quero garantir a qualquer dirigente da Caldense que quando a gente voltar a jogar vocês serão muito bem recebidos no Mineirão, de forma completamente diferente como fui recebido ontem em Poços de Caldas. Aqui a gente está de braços abertos".

Procurado pela reportagem da Rádio 98FM, a Caldense, por meio da assessoria de comunicação do clube, declarou desconhecer qualquer de tipo de atitude agressiva com o presidente Sérgio Santos Rodrigues.

"A diretoria da Caldense desconhece qualquer tipo de hostilização contra o presidente. Não houve absolutamente nenhum desrespeito à ele ou qualquer outro representante do Cruzeiro. Inclusive, a Caldense sempre teve ótima relação com todos os dirigentes que passaram pelo clube".

O Cruzeiro venceu a Caldense por 1 a 0, mas não conseguiu a classificação, pois ficou com menos gols que a Veterana ao final da primeira fase, 16 contra 18.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.