98 Live - Logo
  1. News
  2. Esporte
  3. Presos no Paraguai, Ronaldinho Gaúcho e Roberto Assis podem voltar ao Brasil

Presos no Paraguai, Ronaldinho Gaúcho e Roberto Assis podem voltar ao Brasil

Ambos estão presos em Assunção, no Paraguai, desde 6 de março.

Por Vinícius Silveira - Esporte07/08/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Foto: Divulgação/Atlético

O Ministério Público do Paraguai encerrou as investigações das denúncias que envolvem o ex-meia Ronaldinho Gaúcho e seu irmão, Roberto Assis. Desta forma, a justiça paraguaia não irá apresentar outra prova contra ambos e os dois podem retornar ao Brasil.

O código penal paraguaio prevê seis meses de reclusão preventiva no máximo. No caso de Ronaldinho e Assis, o prazo terminará no começo de setembro. Os dois foram presos em 6 de março, em Assunção, no Paraguai, com a suspeita de portarem documentos falsos.

O Ministério Público do Paraguai permitirá a volta de Ronaldinho e Roberto ao Brasil com algumas penas, entre elas: 200 mil dólares de multa, liberdade condicional de dois anos, endereço fixo e comparecimento a uma autoridade judicial a cada três meses.