98 Live - Logo
  1. News
  2. Esporte
  3. Sampaoli muda escalação e São Paulo vence o Atlético por 3 a 0

Sampaoli muda escalação e São Paulo vence o Atlético por 3 a 0

Com o resultado, o São Paulo chegou aos 53 pontos, líder isolado e com sete pontos de diferença para o Atlético, que estacionou nos 46 pontos

Por Vinícius Silveira - Esporte16/12/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Foto: Rubens Chiri/São Paulo FC

O São Paulo não teve dificuldades para vencer o Atlético, no Morumbi, por 3 a 0, e abrir sete pontos na liderança do Brasilerão. O jogo valeu pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols tricolores foram anotados por Igor Gomes, Gabriel Sara e Toró.

Com o resultado, o São Paulo chegou aos 53 pontos, na ponta da tabela do campeonato, e o Atlético parou nos 46 pontos, sendo vice-líder do Brasileirão.

Na próxima rodada, o Atlético somente no dia 26 de dezembro, contra o Coritiba, no Mineirão.

SAMPAOLI MUDA NA ESCALAÇÃO E DINIZ GANHA NO MEIO-CAMPO

Antes do jogo, o técnico Jorge Sampaoli escalou três zagueiros: Igor Rabello, Gabriel e Junior Alonso, além de sacar Hyoran para a entrada de Calebe. Já Fernando Diniz optou pelo volante Tchê Tchê no lugar do atacante Luciano, lesionado.

No primeiro tempo, o São Paulo demonstra estar mais bem distribuído no campo e conseguia levar vantagem, além de trocar passe com mais facilidade. Já o Atlético não conseguia entrosamento no esquema armado por Sampaoli e não conseguiu levar perigo ao gol de Tiago Volpi.

Por sua vez, o São Paulo fez o goleiro Everson trabalhar nos chutes de Daniel Alves e Brenner. Aos 24 minutos, o tricolor paulista abriu o placar. Tchê Tchê pixou contra-ataque no espaço vazio da marcação do Atlético, e serviu a Igor Gomes. Livre, o meia teve tempo para carregar a bola, ajeitar o corpo e chutar forte, no canto direito do goleiro do Galo.

O gol do São Paulo não fez mudar o panorama do jogo. O tricolor seguiu consistente em campo e poderia ter ampliado o marcador, mas não aproveitou. O Atlético buscava se encontrar em campo, fazendo com que o Galo não assustasse a defesa paulista.

SAMPAOLI CORRIGE ESCALAÇÃO DO PRIMEIRO TEMPO

Na etapa final, o técnico Jorge Sampaoli alterou o time no intervalo, sacando Igor Rabello e colocando Alan Franco. Na prática, o Galo deixou o esquema com três zagueiros e voltou a formação que atuou contra o Athletico-PR, na rodada anterior.

Com a alteração, o Atlético passou a ter mais gente no meio-campo e criar mais jogadas e ficou com mais tempo de posse de bola. No entanto, o Galo só teve uma finalização, com o meia Calebe, defendido por Tiago Volpi.

O São Paulo atacava quando podia, pois se interessava mais em marcar o Atlético. Com a mudança de postura, o tricolor paulista passou a ter pouca posse de bola e aceitava passivamente as investidas do Galo.

Contudo, a situação mudou de figura aos 30 minutos, quando Allan fez falta em Daniel Alves, recebendo o segundo amarelo, e consequentemente, a expulsão.

Para consertar o espaço deixado por Allan, Sampaoli tirou Savarino e colocou Zaracho, recompondo o meio-campo, porém, perdendo a opção de ataque pela direita.

Os últimos minutos foram de inteiro domínio tricolor, que fez o segundo gol aos 43 minutos. Após excelente troca de passes, Vitor Bueno cruzou para Gabriel Sara completar as redes. Três minutos depois, veio o terceiro com Toró, que dominou a bola, trouxe para o meio e cruzou no canto esquerdo de Everson.