98 Live - Logo
  1. News
  2. Esporte
  3. Sette Câmara: "Ser presidente do Atlético é um sonho para qualquer atleticano"

Sette Câmara: "Ser presidente do Atlético é um sonho para qualquer atleticano"

Sérgio Sette Câmara concedeu entrevista ao 98 Futebol Clube e fez um panorama dos três anos de administração a frente do Atlético

Por Guilherme Souza - Esporte10/12/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Foto: Bruno Cantini/Atlético

No final de 2017, Sérgio Sette Câmara recebeu a missão de comandar o Atlético no triênio seguinte, no cargo de presidente. Após três anos no comando do clube, o mandato chega ao fim em dezembro deste ano.

Nesta quarta-feira (9), Sérgio participou do programa 98 Futebol Clube e fez um balanço do seu mandato. Ele não será candidato à reeleição.

Entre os temas debatidos, o mandatário falou sobre suas principais dificuldades, assumiu erros, elogiou os acertos, e projetou o futuro do alvinegro com o próximo presidente.

Sobre os três anos como presidente

Foram muitas ações que nós fizemos aqui. Não vou ficar citando aqui, sendo mais genérico, mas a mudança de chave que nós pegamos para cá, criar mecanismos de controle, uma gestão profissional. Acho que para você ter uma empresa, para ela ficar de pé tem que ter três pilares: capital, trabalho e organização. Se um desses três faltarem, acaba-se tendo uma dificuldade de fazer essa empresa rodar. O capital sempre foi bem complicado, vendendo almoço e comprando janta e tocando. O trabalho é na área administrativa, com os atletas, campo, etc, e para aquilo que recebemos e estamos entregando, melhorou demais. Só pegar o elenco que o Atlético tinha em 2017 e este que estamos entregando agora. E a organização é fazer com que a instituição tenha mecanismos de controle, ajustes, salários, redução de custos e isto tudo nós implementamos”.

Além de outras coisas que fizemos que não tem um resultado a curto prazo, por exemplo, o investimento nas categorias de base, com um Sub-20 muito bem, o Sub-17 é um ponto fora da curva. Vem aí uma nova safra para trazer muitas alegrias para o Atlético em campo e também financeiramente. Esses seriam os grandes legados, que foi lançar a semente e construir os alicerces para que as próximas gestões possam ter o retorno em campo, brigar por títulos e ficar dentre os grandes clubes do futebol brasileiro de forma perene”.

Confira a entrevista completa no canal oficial no YouTube da Rádio 98!