98 Live - Logo
  1. News
  2. Internacional
  3. Brasileiro em Beirute relata drama ao testemunhar explosões

Brasileiro em Beirute relata drama ao testemunhar explosões

Mustapha Kobeisse mora distante cinco quilômetros do lcoal da explosão e relatou a situação na capital do Líbano neste momento durante o programa Rock News

Por Da Redação - Internacional05/08/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Enquanto as equipes de buscas ainda procuram vítimas nos escombros das duas explosões que castigaram a capital do Líbano ontem, os primeiros relatos de testemunhas no local são impressionantes. O Rock News de hoje entrevistou ao vivo o aposentado Mustapha Kobeisse, libanês naturalizado brasileiro e que há dez anos mora em Beirute. Mustapha foi acordado pelas explosões e relatou tudo em uma live realizada durante o Rock News.

 “O povo aqui está sofrendo, como se já não bastasse o coronavírus, a falta de água, a crise econômica, agora veio essa bomba para acabar de vez com a alegria, deixando duzentos mortos que estão debaixo dos escombros”, disse o aposentado.

“Eu moro há cerca de cinco ou seis quilômetros do porto e estava dormindo quando fui acordado pela explosão. A primeira coisa que pensei foi: Israel está bombardeando o Líbano. Os vidros todos caíram, foi uma coisa que nunca vi na minha vida”, completa, relembrando o terror e o caos em que a cidade passa neste momento. “Foram 2,750 toneladas de nitrato de amônia, era uma bomba esperando para explodir; o povo libanês é um povo lutador... o povo, não é o governo não”, desabafou.

Ainda não é possível cravar o numero de mortos, mas segundo a imprensa local, já passa de 100 confirmadas, mas não há um número preciso de pessoas desaparecidas. Os feridos já passam de cinco mil. De acordo com a TV Al Jazeera, a carga de nitrato de amônia, estava estocada em um galpão no porto de Beirute desde 2013.

Acompanhe a entrevista completa em nosso canal no YouTube