98 Live - Logo
  1. News
  2. Internacional
  3. Nova Zelândia registra novos casos de Covid-19 e volta a decretar lockdown

Nova Zelândia registra novos casos de Covid-19 e volta a decretar lockdown

País é tido como referência mundial no combate ao coronavírus e chegou a ficar 102 dias sem nenhum contágio local; com quatro casos confirmados, Auckland volta ao lockdoen até sexta-feira

Por Marcello Oliveira - Internacional11/08/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

A Nova Zeândia, referência mundial no combate ao coronavírus, que anunciou no último domingo (09) que estava há 100 dias sem nenhum contágio local, revelou na manhã desta terça-feira (11) que novos casos foram registrados.

Em pronunciamento ao vivo em rede nacional, a Primeira Ministra, Jacinda Ardern, disse que quatro casos de Covid-19 foram confirmados na mesma família em Auckland, a maior cidade do país, com pouco mais de 1 milhão de habitantes. Com a confirmação do diagnóstico, imediatamte um comunicado foi feito pelo serviço de saúde do país a todos os neozeolandeses para que os cuidados fossem retomados. 

Jacinda determinou que o país inteiro entrasse em nível 2 de alerta por dois dias e toda a Região Metropolitana de Auckland em nível 3 até meio-dia de sexta-feira (14), isso significa que a cidade voltará, após mais de 100 dias, ao lockdown, onde apenas os serviços essenciais poderão funcionar, como hospitais, farmácias e supermercados. "Por favor, não vá correndo ao supermercdo essa noite, não há motivo para isso, não há motivo para pânico", alertou a Primeira Ministra. 

Os habitantes de Auckland devem usar máscara se saírem de casa para ter acesso a serviços essenciais. O resto do país deve usar máscara em situações em que não possa se distanciar fisicamente, como no transporte público. “Chegamos muito longe para retroceder. Seja forte e gentil, não desanime, pois nós sabemos o que fazer porque já fizemos isso antes com sucesso", disse ela. No pronunciamento ao vivo na TV, Jacinda reconheceu que os Kiwis podem agora estar com um sentimento de frustração, mas disse que eles devem saber que foram mais longe do que qualquer outro país e que havia um plano em ação. Ardern disse que impor o nível 3 em toda Auckland, ao invés de uma parte menor de Auckland, é uma questão de precaução.

Os quatro casos confirmados são de uma mesma família e a origem é desconhecida. Não havia ligação com o exterior e eles também não estavam em isolamento administrado. Um homem de Auckland de 50 anos de idade foi testado ontem depois de apresentar sintomas. Ele não tinha histórico de viagens ao exterior e foi testado pela segunda vez hoje. Ambos os testes foram positivos.

Seis outras pessoas da família foram testadas, e três delas tiveram teste positivo. Os outros três deram negativo.Eles permanecem em suas casas por enquanto, já que os que estão com algum sintomas, estão apenas com tosse e febre baixa, mas Ardern disse que transferi-los para uma instalação de quarentena está sendo considerada.

Seus contatos próximos foram isolados por 14 dias, independentemente dos resultados dos testes. Contatos casuais também estão sendo isolados e não podem sair até que o teste seja negativo.

Antes das suspeitas, Jacinda Arden chegou a dizer publicamente que preparava a Nova Zelândia para que seus moradores pudessem voltar a fazer viagens internacionais para pequenos países selecionados no Pacífico Sul onde não há registros de Covid-19.


Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.