98 Live - Logo
  1. News
  2. Mundo
  3. Trump demite servidores que atestaram segurança nas eleições americanas

Trump demite servidores que atestaram segurança nas eleições americanas

Dirigentes do Pentágono também foram demitidos

Por Da Redação - Mundo13/11/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Dois dirigentes do Departamento de Segurança Interna dos Estados unidos foram demitidos hoje. São eles Valerie Boyd, a chefe de assuntos internacionais, e Bryan Ware, um assessor sênior de segurança cibernética e infraestrutura. A informação é do jornal "The Washington Post" desta sexta-feira (13).

De acordo com a Casa Branca, o núcleo de Donald Trump busca pessoas totalmente leais. Boyd trabalhou para Obama e George W. Bush. De acordo com assessores do atual presidente, servidores que já trabalharam em gestões de outros presidentes são vistos com desconfiança.

Três dirigentes do Pentágono também foram demitidos. Entre os nomes dispensado sestá o secretário de Defesa, Mark Esper.

O setor de de segurança cibernética e infraestrutura do Departamento de Segurança Interna dos EUA divulgou um comunicado na quinta-feira afirmando que a eleição presidencial foi "a mais segura da história americana".

O comunicado contradiz as alegações do presidente Donald Trump. O Republicano afirma que houve fraudes nas eleições e já prometeu judicializar o pleito. Ainda não foram apresentadas provas de suas alegações.

Segundo o documento do Departamento de Segurança Interna dos EUA "não há evidências de que qualquer sistema de votação excluiu ou perdeu votos, alterou votos ou foi de alguma forma comprometido".