98 Live - Logo
  1. News
  2. Polícia
  3. Casos de racismo contra entregadores de aplicativos causam revolta na internet

Casos de racismo contra entregadores de aplicativos causam revolta na internet

No Rio de Janeiro, homem foi agredido por dois seguranças de shopping e no interior de São Paulo, entregador foi humilhado por morador do condomínio

Por Marcello Oliveira - Polícia07/08/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Foto: reprodução internet


Dois casos de racismo causaram revolta hoje. No Rio de Janeiro, um jovem de 18 anos, que foi ao shopping trocar um relógio que havia comprado, foi levado por dois seguranças para as escadas de emergência do estabelecimento, onde foi agredido. Mesmo mostrando a nota fiscal do produto, os seguranças continuaram afirmando que Matheus Fernandes, que trabalha como entregador de aplicativos, havia roubado o relógio. Apesar das imagens terem rodado pelas redes sociais, os seguranças envolvidos ainda não foram identificados. A situação revoltou quem passava pelo local. O jovem afirmou que foi ameaçado pelos agressores. Matheus havia comprado o relógio para presentear o pai no domingo (09), dia dos pais.

Em Valinhos, no interior de São Paulo, outro caso de racismo também causou revolta. Imagens que circulam nas redes sociais mostram um entregador de aplicativos, de pele negra sendo agredido verbalmente com insultos e xingamentos por um morador do condomínio residencial onde eles estavam. O agressor, de pele clara, chegou a dizer que o motoboy tem inveja de quem tem pele branca e que ele nunca teria aquela vida, se referindo ao condomínio localizado num bairro nobre da cidade do interior paulista. O vídeo foi gravado por um vizinho do agressor em 31 de julho, mas só foi compartilhado hoje. O vídeo também mostra o rapaz obeso de pele branca e vestindo uma camisa azul chamando o trabalhador de lixo e o comparando com um pedaço de papel. O motoboy abriu um boletim de ocorrência contra o morador que o insultou. O caso foi um dos mais comentados do dia no twitter.