98 Live - Logo
  1. News
  2. Polícia
  3. Em tempos de pandemia, violência doméstica sobe 39% na Grande BH

Em tempos de pandemia, violência doméstica sobe 39% na Grande BH

Dado integra pesquisa realizada pelo Instituto Olhar/Netquest/Crisp-UFMG; segundo a delegada Ana Paula Balbino, ocorrências são intensificadas pela quarentena

Por Lucas Rage - Polícia12/05/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Os casos de violência doméstica aumentaram 35,8% na Grande BH, durante o isolamento social imposto pela pandemia da Covid-19 que atinge o Brasil.

Balanço integra pesquisa realizada pelo Instituto Olhar/Netquest/Crisp-UFMG, e coloca a violência doméstica em BH e Região acima da média nacional.

Em todo o Brasil, a violência doméstica foi observada em 35,8% dos 2.531 entrevistados. Já na Grande BH, essa percepção chega a 39,7%. 

Entre os entrevistados da Região Metropolitana, 6,5% afirmaram ter vivenciado a violência doméstica pela primeira vez, durante o isolamento social. 

Já 9,4% dos entrevistados detectaram um grau maior de violência, em comparação com períodos anteriores.

Em entrevista ao Central 98, a delegada especializada em atendimento á mulher, Ana Paula Balbino, explica que a alta pode ser justificada pelo período de quarentena imposto pela pandemia.

“O uso de bebidas alcóolicas, a diminuição de renda e uso de drogas ilícitas em meio à pandemia provocam uma alta nessas ocorrências”, explica a especialista. Segundo ela, é essencial que familiares e vizinhos denunciem e notifiquem casos de violência verificados durante a pandemia.

Veja a íntegra da entrevista com a Doutora Ana Paula Balbino



Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.