98 Live - Logo
  1. News
  2. Polícia
  3. Homem furta coroa de flores da celebração de Tiradentes em Ouro Preto e é preso

Homem furta coroa de flores da celebração de Tiradentes em Ouro Preto e é preso

Ele havia vendido o ornamento para o dono de uma funerária por R$ 50, mas coroa foi recuperada

Por Fernando Motta - Polícia21/04/2021
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Uma ocorrência inusitada chamou a atenção durante a celebração do Dia de Tiradentes, em Ouro Preto. Um guia de turismo, de 52 anos, furtou uma coroa de flores cedida pela prefeitura do município para a solenidade na Praça Tiradentes. Ele chegou a vendê-la ao dono de uma funerária, mas após diligências, a Polícia Militar (PM) recuperou o objeto.

De acordo com o boletim de ocorrência, o caso aconteceu no fim da manhã desta quarta-feira (21). Durante a solenidade, o guia de turismo retirou a coroa de flores que estava exposta em homenagem aos inconfidentes e saiu a carregando tranquilamente.

Algumas pessoas estranharam a situação e acionaram a PM. O autor do furto foi encontrado em uma pousada na Praça Tiradentes. De acordo com os militares, ele apresentou várias versões sobre o ocorrido. A primeira delas seria de que um homem responsável pelo cerimonial havia dado a cora a ele de presente e que o objeto havia sido repassado a uma turista, que por sua vez, já havia deixado a cidade rumo a Belo Horizonte.

Os policiais conseguiram localizar o responsável pelo cerimonial, que negou ter doado o ornamento para o guia.

Vendida à funerária

Logo em seguida, a PM recebeu uma nova denúncia, dando conta de que o objeto havia sido deixado em uma joalheria, também localizada na Praça Tiradentes.

No local, um funcionário contou aos militares que o guia de turismo deixou a coroa de flores na porta do estabelecimento e, posteriormente, o dono de uma funerária a recolheu.

Em novo contato com o guia turístico, ele, então, assumiu que havia vendido o ornamento para a funerária.

Os militares se encaminharam para a funerária, que fica no bairro Antônio Dias. Lá o proprietário informou que, mais cedo, recebeu uma ligação do guia turístico dizendo que tinha uma coroa de flores à venda por R$ 50. Ele decidiu comprá-la, mas disse à PM que não sabia que se tratava de material furtado.

Apesar disso, a Polícia Militar deu voz de prisão tanto ao guia turístico - por furto -, quanto para o dono da funerária - por receptação.

Eles foram conduzidos para a delegacia de plantão do município.