98 Live - Logo
  1. News
  2. Polícia
  3. PF faz operação para combater venda de vagas na Faculdade de Medicina da UFMG

PF faz operação para combater venda de vagas na Faculdade de Medicina da UFMG

De acordo com a Polícia Federal houve movimentação de mais de R$ 1 milhão nas contas bancárias investigadas

Por Carol Torres - Polícia14/09/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta segunda-feira (14), a Operação Policial “Hipócrates”, para combater um suposto esquema de venda de vagas na Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). De acordo com a PF, é provável que haja atuação em faculdades de medicina de outros estados. Três mandados de busca e apreensão foram cumpridos nos municípios de Contagem (MG), Goiânia (GO) e Rio de Janeiro (RJ). 

A investigação, que durou mais de um ano, identificou que estelionatários teriam utilizado documentos falsificados contendo o timbre e assinaturas de servidores da Faculdade de Medicina da UFMG. Os envolvidos também teriam feito reuniões e entregas de tais documentos falsos nas dependências da instituição de ensino, na tentativa de dar credibilidade às negociações ilícitas. 

A PF informou que os pagamentos eram feitos por meio de depósitos bancários em contas vinculadas aos estelionatários e transferência de bens como, por exemplo, veículos. Durante o período de apuração, houve a movimentação de mais de R$ 1 milhão nas contas bancárias investigadas.

Como as vagas negociadas não eram disponibilizadas, os compradores entravam em contato com a Faculdade, para saber o que teria ocorrido. Dessa forma, a polícia tomou conhecimento das denúncias.

A Polícia Federal representou pelo bloqueio judicial das contas dos investigados, que vão responder pelos crimes de estelionato, falsificação de documento, uso de documento falso e associação criminosa, podendo cumprir até 20 anos de prisão, se condenados.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.