98 Live - Logo
  1. News
  2. Política
  3. Bolsonaro vinculou troca na PF do Rio a uma 'proteção' de sua família

Bolsonaro vinculou troca na PF do Rio a uma 'proteção' de sua família

Em reunião, Bolsonaro teria dito que seus familiares estariam sendo perseguidos. O vídeo do encontro foi requerido no inquérito aberto no Supremo Tribunal Federal (STF) e exibido para envolvidos na investigação nesta terça

Por Da redação - Política12/05/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Pessoas que tiveram acesso à gravação da reunião ministerial gravada pelo Planalto, no dia 22 de abril, disseram que o presidente Jair Bolsonaro vinculou a troca na Superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro a uma "proteção de sua família".

Bolsonaro teria dito que seus familiares estariam sendo perseguidos. O vídeo do encontro foi requerido no inquérito aberto no Supremo Tribunal Federal (STF), após a saída de Sergio Moro do ministério da Justiça, acusando Bolsonaro de tentar interferir na Polícia Federal. O conteúdo do vídeo foi exibido nesta terça-feira (12) apenas para pessoas envolvidas na investigação.

O novo diretor-geral da PF, Rolando Souza, decidiu trocar a chefia da Superintendência da PF no Rio de Janeiro. Carlos Henrique Oliveira, atual chefe da PF no Estado, foi convidado para ser o diretor-executivo, número dois na hierarquia do órgão.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.