98 Live - Logo
  1. News
  2. Política
  3. Ex-governador de Goiás morre após esperar três dias por vaga de UTI

Ex-governador de Goiás morre após esperar três dias por vaga de UTI

Helenês Cândido (MDB) tinha 86 anos e morreu em uma ambulância quando estava sendo transferido da cidade de Santa Helena de Goiás para Caldas Novas

Por Estadão Conteúdo - Política18/03/2021
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

O ex-governador de Goiás Helenês Cândido (MDB) morreu de covid-19 na noite dessa quarta-feira, 17, depois de esperar três dias por uma vaga em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ele tinha 86 anos e morreu em uma ambulância quando estava sendo transferido da cidade de Santa Helena de Goiás para Caldas Novas, no sul do Estado, segundo a Assembleia Legislativa de Goiás.

Ele é o segundo ex-governador goiano a sucumbir pela covid-19. Maguito Vilela (MDB), prefeito de Goiânia e que também governou o Estado, faleceu em janeiro deste ano, aos 71 anos.

Helenês estava internado em uma unidade de tratamento semi-intensivo, no hospital de campanha de Santa Helena, mas, devido ao agravamento da doença, precisou ser transferido para UTI com suporte de hemodiálise. O ex-governador era portador de diabetes e tinha hipertensão.

Helenês havia sido internado no início do mês em Goiânia, com a esposa, Lila Morais, também diagnosticada com covid, mas os dois chegaram a receber alta. Dias depois, Helenês voltou a passar mal e foi internado em um hospital de Morrinhos. Em seguida, com o quadro mais grave, foi transferido para a unidade de Santa Helena, onde foi entubado.

O político foi prefeito de Morrinhos, deputado estadual por três mandatos e governador de Goiás entre 24 de novembro de 1998 e 1º de janeiro de 1999, em mandato tampão. A reportagem entrou em contato com o governo de Goiás para questionar a demora na transferência do paciente e aguarda retorno.

O presidente da Assembleia Legislativa goiana, deputado Lissauer Vieira (PSB), decretou luto oficial de três dias. "Lamento profundamente a morte de mais um ex-governador do nosso Estado para a covid-19. Helenês foi um grande político, exemplo de trabalho e conquistas, mas também de humildade e retidão. Ele também passou por essa cadeira que hoje eu ocupo, como presidente da Alego, e trouxe vários avanços para a Casa. Com certeza, deixa um legado brilhante", afirmou.