98 Live - Logo
  1. News
  2. Política
  3. Maia pede manutenção a veto de reajuste de salário de servidores

Maia pede manutenção a veto de reajuste de salário de servidores

Manutenção ou não do veto será votada agora à tarde na Câmara; presidente classificou medida como "essencial"

Por Da Redação - Política20/08/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, defendeu a manutenção do veto do presidente Jair Bolsonaro, ao reajuste do salário de servidores públicos durante a pandemia da Covid-19.

O veto ao reajuste salarial foi derrubado ontem, no Senado, e pode impactar os cofres públicos em R$ 130 bilhões. A medida era uma contrapartida ao auxílio Federal aos estados e municípios, avaliado em R$ 60 bilhões.

Segundo Maia, “é muito importante” que a Câmara mantenha o veto de Bolsonaro. A proposta será votada hoje na Casa.

Se o veto for mantido pela Câmara, a concessão de reajustes a qualquer categoria do serviço público fica proibida até o fim do ano que vem. Se for derrubado, o reajuste não é automático, ficando a critério das autoridades competentes.

Em fala à imprensa, Maia reforçou que o veto em momento algum “vai contra o servidor”. 

“O projeto de Lei Aprovado com este artigo garante aos prefeitos e governadores a garantia de pagamento dos salários de servidores públicos”, afirmou o chefe da Câmara. 

"Não podemos entender que o sofrimento do setor privado não tenha que ter o mínimo de sacrifício do setor público", completou

Assista à coletiva do presidente da Câmara na íntegra: