Carregando...

Política

Minas Gerais registrou, até 11h, 37 ocorrências de crimes eleitorais. Três candidatos foram presos no estado por uso de alto-falante e amplificadores e pela divulgação de propaganda. No Bairro Tupi, na Região Norte de Belo Horizonte, um jovem de 20 anos foi preso depois de espalhar santinhos na rua. De acordo com a Polícia Militar (PM), o homem também estava recrutando eleitores. Ele foi encaminhado para a Polícia Federal (PF)

Do total de ocorrências registradas, segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE/MG), 14 foram da PM, sendo que sete pessoas foram presas. A PF registrou duas prisões. Outras 21 ocorrências foram do Corpo de Bombeiros e da Polícia Civil. 

O Ministério da Justiça registrou 194 crimes eleitorais em todo país. A maior parte dos registros foi de compra de votos. Em seguida, vêm boca de urna, desobediência às ordens da Justiça Eleitoral e fatos e imputações inverídicas.

Urnas substituídas 

Balanço do TRE/MG mostra que 115 urnas tiveram que ser substituídas por outras em todo território mineiro. Em Belo Horizonte foram 14 aparelhos trocados.

Em todo país, 431 urnas tiveram que ser substituídas. Até o momento não há registros de necessidade de voto manual. São Paulo foi o Estado com o maior número de urnas substituídas, com 88 até a atualização das informações. Em seguida está o Rio de Janeiro, que teve 68 urnas trocadas.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais