Carregando...

Política

Zema defende vacinação obrigatória contra Covid-19 em empresas

A declaração do governador de Minas Gerais foi feita após encontro com o presidente Jair Bolsonaro

Por João Henrique do Vale

O Governador Romeu Zema (Novo) defendeu que a vacinação contra a Covid-19 seja obrigatório em empresas. Porém, afirmou ser contrário à obrigatoriedade da vacinação ampla da população. A declaração foi dada nessa segunda-feira após encontro com o presidente Jair Bolsonaro

"Eu sou de um partido liberal, da opinião de que quem quiser vacinar, deve vacinar. Mas sou da opinião também que uma empresa que emprega mil funcionários exija de alguém que trabalha lá que tenha vacinado porque caso contrário pode representar um risco para os outros. Então, eu sou sempre favorável à liberdade do ser humano”, disse o governador. 

No encontro com Bolsonaro, Zema levou demandas do estado. Entre elas, a privatização da da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig). O governador afirmou que o presidente deixou mais uma vez claro que quer que esse direito de mineração fique no Brasil. Além disso, Bolsonaro teria mostrado interesse para que o BNDES adquira parte do ativo. 

Zema também se encontrou com o presidente do BNDES, Gustavo Montezano, onde também debateu concessões de rodovias e de parques estaduais. Já com o presidente da Câmara dos Deputados, o deputado federal Rodrigo Maia, o governador defendeu a aprovação de um novo formato de adesão ao Regime de Recuperação Fiscal, que já tramita na Câmara. 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais