98 Live - Logo
  1. News
  2. Saúde
  3. BH tem dez dias para alcançar nível de alerta verde que permite flexibilização

BH tem dez dias para alcançar nível de alerta verde que permite flexibilização

“Termômetro” do Coronavírus não sugere alteração da data de 25 de maio para início da reabertura gradual do comércio mas população precisa colaborar

Por Carol Torres - Saúde15/05/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

O Comitê de Enfrentamento à Covid-19 de Belo Horizonte divulgou, hoje, a 1ª edição do Boletim de Monitoramento com o “termômetro” do Coronavírus, que mostra o nível da pandemia na capital nos últimos 7 dias.  O nível de alerta geral está na cor amarela, o que sinaliza atenção à expansão da epidemia, mas ainda não sugere alteração da data de 25 de maio para início da reabertura gradual do comércio. 

O resultado está baseado na média de três indicadores. 

- Número médio de transmissão por infectado (Rt), que no período ficou em 1, 09 (amarelo). O Rt é o índice básico de reprodução que indica quantos novos casos de infecção se originam, em média, a partir de uma pessoa que já está infectada;

- Ocupação de Leitos UTI Covid-19: 49% (verde);

- Ocupação de leitos de enfermaria Covid-19: 30% (verde).

O resultado, segundo o secretário municipal de Saúde, Jackson Pinto, deve ser visto com cautela, já que o limite da área amarela, ou seja, de atenção, para o indicador de velocidade de transmissão é de 1,20.

Caso esse movimento se configure em uma tendência de aumento de velocidade de transmissão, haverá necessidade de definição de nova data de reabertura. Diante dessa volatilidade nos números, pedimos ajuda da população para o uso correto de máscaras, do álcool e rigor no isolamento. A data de abertura depende do compromisso de toda a cidade em colaborar para que tenhamos maior controle na transmissão”, disse o secretário.

A retomada das atividades econômicas e do uso dos espaços públicos será gradual e por fases, sempre que o nível de alerta geral for verde. No boletim também constam os indicadores auxiliares, que são: 

- Monitoramento do isolamento por meio de celulares (ajuda a entender o comportamento da população);

- Projeção do número de casos de Covid-19 segundo cenários de contágio (Rt).

Os níveis do termômetro da Covid-19 serão divulgados à população semanalmente e nortearão o cronograma gradual de reabertura. Os setores contemplados estão sendo estudados pelo Comitê de Retomada, de acordo com o risco sanitário de cada atividade, e os trabalhos contam com a colaboração da Câmara Municipal, CDL-BH, Sindilojas, Abrasel e Fiemg.