98 Live - Logo
  1. News
  2. Saúde
  3. BH tem o maior número de internações em UTIs Covid desde o início da pandemia

BH tem o maior número de internações em UTIs Covid desde o início da pandemia

Balanço da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) mostra que a ocupação subiu para 92% nesse domingo. A capital mineira já teve 93% de ocupação em 4 de julho, mas naquela época eram 320 pessoas internadas

Por João Henrique do Vale, Lucas Rage - Saúde27/07/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

A ocupação das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) próprias para o tratamento da Covid-19 segue acima de 90%. Balanço divulgado na tarde desta segunda-feira pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) mostra que 92% dos 414 leitos de UTIs estão ocupados. Ao todo, são 382 pessoas em atendimento, o maior número desde o início da pandemia. 

A capital mineira já teve ocupação em UTIs Covid maior. A taxa chegou a 93% em 4 de julho. Porém, na ocasião, a cidade contava com 345 leitos próprios para atendimento de pessoas com a doença. O número de internados no dia era de 320.

A ocupação nos leitos de enfermaria próprios para Covid também aumentou. Nesse domingo, a taxa estava em 73%, dois pontos percentuais a mais do que registrado na sexta-feira. 

A capital tem 788 confirmações positivas do coronavírus, para profissionais de saúde de rede pública e privada. Segundo o Boletim Epidemiológico, 5.264 profissionais foram testados, com 4.016 negativos.

Entre os mais infectados da rede SUS/BH estão técnicos de enfermagem, com 132 casos. Eles são seguidos por enfermeiros (37) e agentes comunitários de saúde (33).

Na madrugada de domingo, BH registrou a primeira morte de um profissional de saúde do SUS-BH, pela Covid-19. Trata-se de Gerônimo Batista Pires, técnico de enfermagem da UPA Barreiro que ficou internado por três semanas na UTI do Hospital Júlia Kubitschek.