98 Live - Logo
  1. News
  2. Saúde
  3. Bloqueio: BH quer testar moradores de outras cidades que chegam na capital

Bloqueio: BH quer testar moradores de outras cidades que chegam na capital

A medida está sendo avaliada depois que a Justiça desautorizou o Município a vetar ônibus de municípios onde prefeitos fizeram o relaxamento do isolamento social

Por João Henrique do Vale - Saúde16/04/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Pessoas que chegam a Belo Horizonte de cidades onde os prefeitos fizeram o relaxamento no isolamento social, podem passar a ser testadas para o novo coronavírus. A medida foi anunciada pelo infectologista Carlos Starling, na tarde desta quinta-feira, durante o programa Rock News. O médico faz parte do Comitê de Enfrentamento à Epidemia da Covid-19.

A medida está sendo estudada depois que a Justiça desautorizou o Município a vetar ônibus de municípios onde comércios foram autorizados a funcionar. Em Belo Horizonte, ao menos três coletivos foram barrados pela Guarda Municipal e obrigados a retornarem para as cidades de onde saíram.

"Muito provavelmente, devemos nas próximas semanas, com os testes. Testagens das pessoas que estão vindo de fora, de outros estados, elas devem ser testadas, e teremos controle na rodoviária, no aeroporto, da presença de pessoas com quadros febris. Tem alternativas, entretanto, a medida de bloqueio é para proteger até a própria pessoa que está vindo. Temos aqui a circulação do vírus, portanto, o indivíduo de cidade que não está fazendo isolamento, ele leva risco quando volta para lá. Os prefeitos têm que ter essa percepção", comentou Starling.

Isolamento continha  

O infectologista afirma que o isolamento social em Belo Horizonte está dando certo e conseguindo manter baixo as infecções por Covid-19. Atualmente, a capital mineira registra 383 casos confirmados da doença e sete mortes.

"Temos o número de casos relativamente pequeno, ainda mais comparado com São Paulo e o Rio de Janeiro, mostrando que o isolamento social funciona e é muito efetivo. Por isso, devemos manter, claro, fazendo os ajustes necessários para a condução das ações de maneira segura", disse.  "Quando o isolamento social é feita de forma correta, evita a explosão no número de casos que acarreta o colapso do sistema de saúde", completou.

Tempo de isolamento

Segundo Starling, não é possível estabelecer uma data para colocar fim ao isolamento social. "Estabelecemos parâmetros de acompanhamento no número de casos, da disponibilidade de leitos nos hospitais e a evolução da epidemia, tanto em Belo Horizonte, e outras cidades vizinhas. E outras capitais, como Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador, Manaus. Nós estamos vendo o que está ocorrendo nesses lugares e não queremos repetir os mesmo erros", finalizou.