98 Live - Logo
  1. News
  2. Saúde
  3. Butanvac: Butantan cria vacina contra a covid-19

Butanvac: Butantan cria vacina contra a covid-19

Instituto vai pedir, ainda nesta sexta-feira, autorização à Anvisa para o início de testes em humanos

Por Estadão Conteúdo - Saúde26/03/2021
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

O Instituto Butantan anunciou uma nova vacina contra a covid-19, a Butanvac. O pedido de autorização à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para iniciar ensaios clínicos em humanos deve ser feito ainda nesta sexta-feira. O objetivo é ter 40 milhões de doses prontas até o fim deste ano. 

O imunizante foi desenvolvido pelo instituto, que lidera um consórcio internacional do qual ele é o principal produtor - 85% da capacidade total de fornecimento da vacina, se tudo ocorrer como previsto, sairá do órgão do governo paulista. O pedido de autorização se refere às fases 1 e 2 de testes do imunizante, nas quais serão avaliadas segurança e capacidade de promover resposta imune em 1,8 mil voluntários. Na fase 3, até 9 mil pessoas irão participar - etapa que vai estipular a eficácia da nova fórmula.

A Butanvac já passou pelos testes pré-clínicos, nos quais são avaliados em animais efeitos positivos e toxicidade. O imunizante também será testado nos dois outros países participantes do consórcio, Vietnã e Tailândia - neste último, a fase 1 já começou.

100% brasileira

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), o imunizante foi totalmente desenvolvido no Brasil. Segundo Doria, a vacina é 100% nacional e integralmente desenvolvida e produzida pelo Butantan. O governador ressaltou que os resultados dos testes pré-clínicos se mostraram "extremamente promissores" e, caso haja a liberação da reguladora, os testes clínicos poderão começar a partir de abril.

O diretor do Butantan, Dimas Covas, afirmou que a produção do imunizante independe da importação de insumos e passa por processo similar à da vacina contra a gripe comum, pela inoculação do vírus em ovos. Segundo afirmou, os testes em animais mostraram que a vacina demonstrou ser mais imunogênica, ou seja, desenvolveu resposta imune em organismos animais maior que em comparação a outras concorrentes no mercado.

Conforme afirmou, o instituto planeja produzir 40 milhões de vacinas a partir de maio, assim que for encerrada a campanha de imunização contra a gripe, uma vez que a capacidade de produção do Instituto é de 100 milhões ao ano.

De acordo com Covas, o Butantan será o principal produtor das vacinas em consórcio internacional que conta com a participação da Tailândia e Vietnã. Segundo o diretor do instituto, pelo baixo custo de produção, o interesse é fornecer a vacina para países de baixa e média renda a fim de diminuir a contaminação global.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.