98 Live - Logo
  1. News
  2. Saúde
  3. Carlos Amaral: "Fizemos um plano estadual de estruturação da rede de vacinação"

Carlos Amaral: "Fizemos um plano estadual de estruturação da rede de vacinação"

O Secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral concedeu entrevista ao programa 98 Talks, nesta segunda-feira (14).

Por Vinícius Silveira - Saúde15/12/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, e o secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, apresentaram, nesta segunda-feira (14), os detalhes do Plano Estadual de Vacinação para a Covid-19 em Minas Gerais. 

Os anúncios foram feitos em coletiva à imprensa, na Cidade Administrativa, quando foram esclarecidos os próximos passos do governo referentes à imunização.

À noite, Carlos Eduardo Amaral participou do programa 98 Talks, e entre diversos assuntos abordados, falou sobre a campanha de vacinação contra a Covid-19.

Sobre o plano de vacinação contra a Covid-19

Hoje o Ministério da Saúde já tem há mais de cinco meses da Astrazenica/Oxford, com mais de 200 milhões de doses que serão produzidas. Ou seja, mais de 100 milhões de doses tem a adesão do grupo Covax Facility, através da OMS para não faltar vacina para ninguém no mundo. No Brasil, receberíamos 42 milhões de doses, e ainda negocia com Pfizer mais 70 milhões de doses, passando de mais de 300 milhões de doses. Além disso, tem a possibilidade da compra da vacina do Butantan, que seriam mais 46 milhões de doses”.

Isto é o que temos disponível para o Brasil para o programa nacional de imunização. Qualquer pessoa ou instituição, município ou estado que quiser fazer algo diferente disso, só poderá fazer depois que todas as vacinas tiverem sido distribuídas pelo Ministério da Saúde. Então, me parece que é uma coisa ilógica pensar em fazer alguma atitude fora disso”.

Sobre o programa de imunização

O programa é muito claro. Inicia-se pelos profissionais de saúde, porque temos que cuidar primeiro de quem vai cuidar dos outros. Eles precisam estar protegidos para continuarem cuidando da população. E em seguida, como qualquer campanha de vacinação, seguimos com os grupos mais vulneráveis. Então, é a lógica natural que tem. Não tenho visto nenhuma diferença ou dificuldade de compreender isso. Tenho visto muitos debates, as vezes, infrutíferos e que pouco acrescentam e geram insegurança na população”.

Condição de Minas Gerais para o recebimento das vacinas

Tem três meses que nós fizemos um plano estadual de estruturação da rede de vacinação. Importante lembrar que nós temos uma expertise muito grande e que todo ano nós fazemos uma campanha da vacinação no estado de Minas Gerais. A questão que temos agora é a magnitude, ou seja, nós vacinaremos ao longo do ano de 2021 um número muito maior de pessoas do que é o habitual. Nesse contexto que nós já fizemos, preparamos a nossa rede de frio, que são as câmaras frigoríficas que temos gigantescas, e que estão prontas, revisadas, preparadas, inclusive, com a parte de iluminação para que elas funcionem com caminhão entrando e saindo a noite com tudo estruturado”.

Nós temos um serviço de acompanhamento de imunizantes especiais para aqueles grupos que tem maior risco, como transplantados, imunodeficientes, pacientes oncológicos. Já está estruturada toda essa rede. Estamos contratando RH para todo o estado com o intuito de gerenciar tudo o que está sendo feito. Temos uma parceira com a Polícia no sentido da segurança da distribuição. Além disso, compramos insumos como seringas, agulhas, equipamentos de proteção individual. Nós fizemos uma compra de 50 milhões de unidades, sendo que já recebemos 16 milhões. Até o final do mês, devem chegar mais seis milhões. Temos uma indústria por conta do estado de Minas Gerais até chegar os 50 milhões de seringas e agulhas”.

Confira a entrevista completa no canal do YouTube da Rádio 98


Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.