98 Live - Logo
  1. News
  2. Saúde
  3. Com 365 mortes por covid-19, São Paulo tem recorde de óbitos em um dia

Com 365 mortes por covid-19, São Paulo tem recorde de óbitos em um dia

Total de novos infectados também tem maior número em 24 horas

Por Agência Brasil - Saúde16/06/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Com as mortes de 365 pessoas por covid-19 registradas em 24 horas, o estado de São Paulo, mais uma vez, bateu o recorde de óbitos diários pelo novo coronavírus. O recorde anterior havia sido registrado no dia 10 de junho, quando em um dia, 340 pessoas morreram em decorrência do vírus. 

As 24 horas entre o boletim desta segunda-feira e o divulgado hoje (16) também tiveram o maior número de novos infectados por covid-19 registrados em um dia no estado. Foram ao todo 8.825 novos casos no período.

Com isso, o estado de São Paulo totaliza hoje 190.285 casos confirmados do novo coronavírus, com 11.132 mortes. Já o total de curados, pessoas que estiveram internadas e receberam alta médica, chegou hoje a 33.761.

Situação

Os recordes de casos e de óbitos geralmente ocorrem às terças-feiras, quando são contabilizados os exames que ficam represados nos finais de semana. Além disso, o governo credita recorde de casos confirmados no boletim de hoje ao aumento de exames de diagnóstico da doença no estado. Quanto aos óbitos, o governo paulista diz que é preciso analisar o que vem ocorrendo a cada semana – e não somente em um único dia.  

“Hoje ele [número de óbitos] deu um pequeno salto. Se pegarmos os últimos três dias [domingo, segunda e terça] e computarmos o número de óbitos e dividirmos por três, dá 185 óbitos por dia, em média. Nos próximos dias deve voltar a subir um pouco. Estamos mantendo uma média de 250 óbitos por dia, a cada semana. Apesar de ontem para hoje termos um número grande, isso não está diferente do que vem sendo observado nos últimos dias”, disse Carlos Carvalho, coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo.

Segundo Carvalho, a capital e as cidades da Grande São Paulo vêm registrando queda na taxa de letalidade pelo novo coronavírus. Mas no interior, esta taxa vem crescendo. “Se percebermos que determinados hospitais públicos do interior estão registrando uma mortalidade maior do que estamos observando na Grande São Paulo, poderemos fazer intervenções ou re-treinar essas equipes para podermos equalizar essas taxas”, acrescentou.

Leitos

A taxa de ocupação de leitos de unidades de terapia intensiva (UTI) para tratamento dos casos de covid-19 está hoje em 70,6% no estado e em 77,1% considerando-se apenas a Grande São Paulo. Segundo balanço da Secretaria estadual da Saúde de São Paulo, há 5.339 pessoas internadas em leitos de UTI e 8.396 em enfermaria, em casos suspeitos ou confirmados de coronavírus.