98 Live - Logo
  1. News
  2. Saúde
  3. Facilidade de distribuição e baixo custo: veja detalhes da vacina de Oxford

Facilidade de distribuição e baixo custo: veja detalhes da vacina de Oxford

Professor de Infectologia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Unaí Tupynambás, falou sobre o imunizante

Por João Henrique do Vale - Saúde23/11/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Características da vacina da Universidade de Oxford, produzida em parceria com a AstraZeneca, aumenta, ainda mais, a esperança de uma vacinação em massa da população brasileira. Entre os fatores positivos, está a temperatura que as doses podem ser armazenadas e o baixo custo. 

O professor de Infectologia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Unaí Tupynambás, falou sobre as características da vacina, no Programa Central 98. "Ela pode ficar refrigerada em geladeiras comuns, a 5°C. Isso facilita, e muito, a distribuição. E mais, essas duas primeiras da Pfizer e da Moderna, não teremos acesso fácil. A dose prevista da Pfizer é de R$ 150 e da Oxford, que será produzida no Brasil, a R$ 12", comentou o especialista. 

A vacina contra o novo Coronavírus da Universidade de Oxford em parceria com a AstraZeneca mostrou eficácia de até 90%. Os estudos e análises mostraram que o imunizante varia entre 60% e 90% de capacidade contra o vírus vetor da covid-19. 

"Temos quatro vacinas em fase final. Três já disseram a sua eficácia. É uma notícia muito interessante. Os estudos ainda mão foram publicados, foi um aviso da indústria farmacêutica, ainda precisamos analisar com cuidado os dados. Estávamos com a expectativa de 60% de eficácia, e essa de Oxford deu até 90%. Agora, é aguardar a produção pela Bio-Manguinhos e esperar para vacinar no início do outono", comentou Tupinambás. 

Segundo ele, a vacinação será por grupos. Em um primeiro momento, devem receber as doses os profissionais de saúde, pessoas mais vulneráveis, idosos, pessoas com comorbidades. "E até 2022 vacinar toda a população, com a de Oxford ou a Coronavac, caso também se mostre eficaz", finalizou.