98 Live - Logo
  1. News
  2. Saúde
  3. Falta de insumos pode atrapalhar flexibilização do comércio em BH

Falta de insumos pode atrapalhar flexibilização do comércio em BH

Além dos três índices de monitoramento, agora a avaliação também leva em conta os suprimentos de insumos e medicamentos destinados à rede hospitalar

Por Fernando Motta - Saúde14/04/2021
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

A reunião do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 em Belo Horizonte, na tarde desta quarta-feira (14), terminou sem definição quanto à adoção de medidas de flexibilização na cidade.

A prefeitura informou que além dos três índices de monitoramento - ocupação de UTIs, enfermarias e taxa de transmissão - usados como parâmetro desde o início da pandemia, a avaliação agora também leva em conta os suprimentos de insumos e medicamentos destinados à rede hospitalar.

Nesta quarta-feira apenas três cidades da região metropolitana de Belo Horizonte que contam com leitos de UTI informaram que ainda têm todos os remédios do chamado kit intubação. São elas: Belo Horizonte, Nova Lima e Santa Luzia.

A expectativa é de que novas reuniões aconteçam e a decisão seja comunicada até sexta-feira (16).

Confira a nota publicada pela PBH:

"Em que pese a melhora dos índices de monitoramento, o Comitê de Enfrentamento à Covid-19 avalia as perspectivas de suprimento de insumos e medicamentos destinados à rede hospitalar de Belo Horizonte, para a tomada de decisões em relação à reabertura das atividades na cidade"