98 Live - Logo
  1. News
  2. Saúde
  3. Governo lança aplicativo 'Saúde Digital' para consultas virtuais gratuitas em MG

Governo lança aplicativo 'Saúde Digital' para consultas virtuais gratuitas em MG

Romeu Zema ressaltou que a medida visa evitar risco de deslocamento das pessoas até as unidades de saúde

Por Fernando Motta - Saúde08/05/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

O Governo de Minas lançou nesta sexta-feira (8) o aplicativo 'Saúde Digital MG', para disponibilizar consultas virtuais gratuitas para pacientes com suspeita da Covid-19 no Estado.

No aplicativo, o usuário encontrará um formulário para que possa realizar uma autoavaliação do seu estado de saúde. Em seguida, ele poderá ser direcionado para teleconsulta, casos haja suspeita de Covid-19. As consultas têm duração de 20 minutos e, dependendo da avaliação, o paciente será instruído a procurar um atendimento presencial.

Em entrevista coletiva, o governador Romeu Zema ressaltou que a medida visa evitar risco de deslocamento das pessoas até as unidades de saúde. Segundo ele, o governo contou com parceria da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), que cedeu profissionais de saúde para atuarem nos atendimentos, e da empresa de tecnologia Techtools, que desenvolveu a plataforma.

Segundo o secretário de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, o aplicativo disponibilizará três tipos de atendimento: médico, enfermagem e psicológico. "Vai atingir todo o Estado. Seria efetivamente nós popularizarmos e democratizarmos a possibilidade de assistência, evitando que as pessoas enfrentem fila e tenham risco de contágio nessas filas", avalia.

O aplicativo já está disponível no Google Play e, em breve, estará disponível também para o sistema iOS.

Cadastro e funcionamento

Para se cadastrar, basta incluir os seus dados pessoais. A tela do cadastro do perfil pedirá uma foto de rosto do usuário para que seja possível fazer a certificação de identidade e uma foto de um documento - que poderá ser a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou a Carteira de Identidade (RG).

Cada paciente registrado terá acesso a uma página com seus dados e serviços de saúde, além de poder vincular outros familiares e pessoas que não têm um celular ou dispositivo com acesso à internet, como crianças e idosos.

Depois de se cadastrar e fazer o registro dos seus familiares é possível selecionar o cidadão que precisa de uma atenção especial para sua saúde e, seguir para uma triagem fácil e rápida. Inicialmente é feita uma análise prévia que vai indicar se o usuário tem ou não chance de estar contaminado pela Covid-19, informando seus sintomas e tendo uma orientação sobre seu grau de criticidade.

De acordo com a especificidade de cada paciente, a triagem pode sugerir que o paciente realize uma primeira consulta virtual com um médico que fará uma avaliação de seu quadro. Esta consulta pode ser imediata - bastando o paciente entrar em um fila de espera de atendimento - ou fazer o agendamento para as próximas horas ou próximos dias, de acordo com as suas necessidades.

O paciente será notificado por e-mail, SMS e pelo próprio aplicativo com 10 minutos de antecedência do início da consulta. Recomendamos que o paciente esteja em um lugar iluminado, com acesso à internet estável e a lista de medicamentos de uso contínuo em mãos.

Como o médico é responsável por iniciar a consulta no aplicativo, sugerimos que o paciente esteja online e logado na plataforma com 5 minutos de antecedência. Caso isso não ocorra, o ‘Saúde Digital MG - Covid19’ poderá ligar no telefone informado no cadastro do paciente.

Após a realização da teleconsulta e a avaliação do médico, os pacientes poderão ser acompanhados por um grupo de enfermeiros e psicólogos que darão sequência no atendimento, em prol da melhor saúde aos cidadãos. Caso seja necessária a emissão de atestados médicos, prescrições médicas ou pedidos de exames, o ‘Saúde Digital MG - Covid19’ disponibilizará estes documentos no próprio aplicativo e ainda enviará pelo e-mail informado no registro.

Todos estes documentos médicos são emitidos com uma ‘assinatura digital’ de cada médico, atrelado ao registro do Conselho Regional de Medicina (CRM), o que ajuda a evitar falsificações e fraudes.

No caso de prescrição de medicamentos controlados, o usuário poderá imprimir a receita com a assinatura do médico para se direcionar até sua farmácia de preferência - ou simplesmente mostrar o e-mail com o documento recebido em PDF.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.