98 Live - Logo
  1. News
  2. Saúde
  3. Hospital de Campanha no Expominas é finalizado

Hospital de Campanha no Expominas é finalizado

De acordo com o Governador Romeu Zema, contratos de serviços serão celebrados caso a unidade seja utilizada para atender pacientes

Por João Henrique do Vale - Saúde29/04/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Fotos: Pedro Gontijo / Imprensa MG

O hospital de Campanha no Expominas, em Belo Horizonte, está concluído. A informação foi confirmada em entrevista coletiva do Governador Romeu Zema, concedida no início da tarde desta quarta-feira. São 800 leitos, sendo 100 deles para casos de alta complexidade, que podem ser usados para aliviar o sistema de saúde do estado por causa da Covid-19. Zema também anunciou obras e ações, principalmente na saúde, com verbas compensatórias das mineradoras Vale e Samarco, pelas tragédias de Mariana e Brumadinho.

O hospital de campanha será usado caso os hospitais da capital mineira e do interior de Minas Gerais fiquem sem leitos. Segundo o governador, a unidade já está pronta. "A infraestrutura está pronta e agora vamos para a celebração de contratos de serviços que serão necessários para que o hospital opere. Serão R$ 50 milhões destinados para operação do hospital de campanha", afirmou.

Obras em todo estado

Durante a entrevista, Romeu Zema anunciou um pacote de obras para todo o estado, principalmente, na área da saúde. Ao todo, serão investidos R$ 645 milhões provenientes de medidas compensatórias das empresas Vale e Samarco, por causa das tragédias em Mariana e Brumadinho.

Tudo envolve um valor 645 milhões de reais, provenientes de medidas compensatórias que o estado tem firmado com o aval da Justiça junto as empresa Vale e a Samarco. Em compensação pelas tragédias de mariana e Brumadinho.

"O dinheiro será utilizado em mais de 50 obras em todas as regiões do estado, principalmente, focada na saúde. Destaque para construção de unidades básicas de saúde, reformas e ampliação de unidades de saúde, construção de leitos de UTI em todas regiões do estado, e também construção de blocos cirúrgicos. Além da compra de mais 300 ventiladores pulmonares. Já tinha anunciado 747 e agora, mais 300. Também vamos adquirir mais um milhão de testes da Covid-19", afirmou o governador. 

Também serão contemplados com os recursos, os hospitais Eduardo de Menezes, Júlia Kubtisheck, Hospital Galba Veloso, e o Hospital da IPSEMG.

Situação sob controle

Apesar do aumento no número de mortes nos últimos dias, Minas teve 18 mortes confirmadas entre segunda-feira e esta quarta-feira, o governador afirma que a situação está sob controle. "Apesar de termos tido ontem (terça-feira), e anteontem (segunda-feira), no aumento de número de óbitos no estado, a situação continua sob controle. Não estamos vendo nada de anormal. As utilizações das UTIs, que é o fator crítico, continua em 4%. Ou seja, se nós mineiros precisarmos ser atendidos, nós teremos leitos garantidos", disse Zema.

O secretário de Planejamento e Gestão, Otto Levy, afirmou que os investimentos estão sendo feitos para fortalecer a saúde. "Estamos trabalhando para achatar a curva, para que o estado tenha tempo de prover leitos e os meios necessários. De ter tempo para tratar as pessoas, para que quando elas, por ventura, venham a adoecer, o sistema esteja preparado para tratar essas pessoas", disse. "É isso que o governo de MG está fazendo com esses investimentos. Estamos achatando a curva e, mais importante que isso, o que estamos fazendo com esse tempo que estamos ganhando. Estamos criando novos leitos, criando novos hospitais e investindo em testes", completou. 

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.