Carregando...

Saúde

Minas Gerais deu início nesta quarta-feira (10) a uma nova fase na campanha de imunização contra a Covid-19. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde, nesta etapa serão imunizados 107.931 idosos com mais de 90 anos.

Paralelamente à imunização dos idosos nessa faixa etária, os grupos da primeira etapa continuam sendo vacinados. Está prevista também a imunização de 42.353 trabalhadores da saúde.

Indivíduos com mais de 90 anos têm risco 18,3 vezes maior de vir a óbito que o restante da população, e um risco de 8,5 vezes maior de serem hospitalizados.

Segundo a SES, a priorização de grupos para a vacinação é necessária devido à indisponibilidade imediata de vacinas para todos os grupos. Por isso, estão sendo priorizados os públicos de maior risco para agravamento pela covid-19.

"A vacina protege os idosos para que eles não desenvolvam uma forma grave da covid-19, o que desafoga o sistema de saúde, principalmente em relação às ocupações dos leitos de UTI", explica a subsecretária de Vigilância em Saúde, Janaína Passos.

Duas doses

A SES informa que irá cumprir o esquema vacinal com as duas doses. No caso da vacina CoronaVac, o Ministério da Saúde orienta que o intervalo entre as doses seja de 15 dias. Para as doses do imunizante produzido pelo Laboratório AstraZeneca, o intervalo entre a aplicação da primeira e segunda dose deve ser de 12 semanas. Dessa forma, os grupos também são definidos conforme os imunizantes disponíveis e enviados pelo Ministério da Saúde.

Estratégia

Em relação ao cadastramento deste público e locais de vacinação, a SES-MG orienta aos municípios que sejam identificadas as condições de saúde dos grupos prioritários para a definição das melhores estratégias, para que ocorra de forma ordenada, segura e sem filas.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais