98 Live - Logo
  1. News
  2. Saúde
  3. 'Leitos de UTI já estão ficando esgotados', diz médico sobre situação em BH

'Leitos de UTI já estão ficando esgotados', diz médico sobre situação em BH

O médico avaliou que já está na hora de abrir as portas do hospital de campanha do Expominas

Por Da redação - Saúde12/06/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

A rede hospitalar de Belo Horizonte começa a demonstrar sinais de esgotamento em meio à pandemia da Covid-19. O doutor Marcelo Lopes Ribeiro, especialista em gestão em saúde e integrante do comitê de combate à doença na cidade, disse que os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) já estão escassos.

"Ontem nós já começamos a assustar com a questão do colapso aqui. Demoramos por horas pra conseguir leitos de CTI que já estavam graves na região metropolitana. Os leitos de CTI já estão ficando esgotados e a rotatividade está ficando mais lenta", contou.

Ribeiro sugeriu que já está na hora do Governo de Minas abrir as portas do hospital de campanha do Expominas para aumentar o número de leitos disponíveis. "Nem que sejam os casos mais leves, pra gente desafogar as Upas de BH, região metropolitana e o interior", avaliou.

Minas tem 97 cidades sob risco de caos. Três macrorregiões de Minas Gerais já sofrem com a falta de leitos em Unidades de Terapia Intensiva. O dado integra levantamento do jornal Estado de Minas, com base em dados do boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde. Segundo o levantamento, faltam leitos no Jequitinhonha, Vale do Aço e Triângulo do Norte, que juntas abrigam 97 municípios e 2,5 milhões de habitantes. Na região Central, que engloba municípios da Grande BH, há ainda 594 leitos de UTI disponíveis. De acordo com Marcelo Lopes Ribeiro, a situação do interior se reflete em Belo Horizonte.

Confira a entrevista completa:


Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.