98 Live - Logo
  1. News
  2. Saúde
  3. Leitos em Minas chegam a 90% de ocupação; médico pede abertura do Expominas

Leitos em Minas chegam a 90% de ocupação; médico pede abertura do Expominas

Marcelo Lopes Ribeiro, gestor em saúde pública, disse que vê equipes médicas mais bem preparadas nesse momento da pandemia, mas faltam leitos e insumos

Por Fernando Motta - Saúde23/06/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

A ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Minas chegou a 90,66% nesta terça-feira. Em entrevista ao Rock News, o gestor de saúde pública e integrante do Grupo de Enfrentamento ao Covid-19 da Associação Médica de Minas Gerais, Marcelo Lopes Ribeiro, disse que a abertura do hospital de campanha no Expominas se faz urgente.

Segundo ele, houve relatos entre médicos de que grandes hospitais em Belo Horizonte tiveram 100% de ocupação de leitos no fim de semana. Foram eles: Santa Casa, São Francisco, Eduardo de Menezes, Julia Kubitschek, Odilon Behrens e Risoleta Neves.

"Vimos a necessidade da abertura do hospital de campanha imediatamente. Sabemos do advento legal de que o Ministério Público obrigou a Secretaria de Saúde a colocar um OS para administrar, mas ele tem que abrir hoje. Porque abrindo hoje, é possível otimizar e treinar as pessoas que vão trabalhar dentro. Eu não posso esperar 10 dias para abrir e depois ficar levando os pacientes pra lá. Se são 760 leitos, que a gente abra com 50 imediatamente", argumentou.

Ribeiro disse que vem percebendo que nesse momento da pandemia, as equipes médicas estão melhor treinadas, mas faltam leitos e insumos para auxiliar no uso dos respiradores - anestésicos e relaxantes musculares. "Agora as equipes de saúde estão mais bem preparadas. O que a gente vai precisar agora é de leitos hospitalares".

Outro ponto que contribui para o crescimento das taxas de ocupação é o período do ano, que é quando historicamente se registram mais internações por doenças pulmonares, respiratórias e cardiovasculares. No entanto, o número geral de leitos foi reduzido, por causa da dedicação à Covid, causando um estresse ao sistema de saúde.

Trabalhando no hospital de campanha de Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte, o médico ainda mostrou o funcionamento de um leito de tratamento intensivo.

Confira a entrevista completa: