98 Live - Logo
  1. News
  2. Saúde
  3. Macrorregião Sul regride de fase e vai para a Onda Amarela do Minas Consciente

Macrorregião Sul regride de fase e vai para a Onda Amarela do Minas Consciente

Macrorregião Sul passa da onda verde para amarela, que permite a abertura de serviços não essenciais com menor risco de contágio

Por Da redação - Saúde25/11/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

A macrorregião de Saúde Sul vai regredir para uma fase mais restritiva do Minas Consciente, plano elaborado pelo Governo do Estado para garantir a retomada gradual e segura da economia nos municípios mineiros.

O anúncio foi feito durante deliberação do Comitê Extraordinário Covid-19, nesta quarta-feira (25), que constatou o aumento de 50% da incidência da covid-19 nos últimos 14 dias no estado. Já considerando os últimos sete dias, a taxa subiu 17%.

Com a mudança, a macrorregião Sul passa da onda verde para amarela, que permite a abertura de serviços não essenciais com menor risco de contágio, como lojas de roupas e salões de beleza. A justificativa para o retrocesso foi a piora nos índices relacionados à doença, como aumento de casos na localidade.

Retificação

O Comitê Extraordinário Covid-19 também publicou uma retificação em relação à cidade de Teófilo Otoni. O município identificou um equívoco na duplicidade do preenchimento de novos casos da semana anterior. Desta forma, a macrorregião Nordeste, que estava na onda vermelha, passa para a onda amarela.

Mudança

As demais regiões na onda amarela são Vale do Aço, Leste do Sul, Sudeste e Nordeste.

Já as regiões que fazem parte da onda verde são Triângulo do Norte, Triângulo do Sul, Oeste, Centro, Noroeste, Norte, Jequitinhonha e Centro-Sul, fase que possibilita a abertura de serviços não essenciais com alto risco de contágio, como cinemas e bares com música ao vivo.

A região Leste é a única que permanece na onda vermelha, onde somente os serviços essenciais, como supermercados e farmácias, estão autorizados a funcionar.