98 Live - Logo
  1. News
  2. Saúde
  3. Minas ganha 60 novos leitos inaugurados pela Fiemg e Instituto Mário Penna

Minas ganha 60 novos leitos inaugurados pela Fiemg e Instituto Mário Penna

Por meio de mobilização empresarial, a FIEMG e indústrias mineiras contribuirão com 50% dos custos, com um montante de aproximadamente R$ 4 milhões

Por Da redação - Saúde08/05/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Minas Gerais passou a contar, nesta sexta-feira (8), com 60 novos leitos exclusivos para o tratamento da Covid-19. A Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG) firmou uma parceria com o Instituto Mário Penna para criação do Centro de Referência de Enfrentamento à Covid-19 José Rodrigo Machado Zica.

Por meio de mobilização empresarial, a FIEMG e indústrias mineiras contribuirão com 50% dos custos, com um montante de aproximadamente R$ 4 milhões. Para a implantação total dos 60 leitos, serão necessários R$ 7.971.603,34 milhões. O valor arrecadado vai possibilitar que o hospital realize a contratação de profissionais de saúde, a compra de equipamentos, itens e materiais de hotelaria como camas, colchões e travesseiros, além de materiais hospitalares como luvas, máscaras, insumos de higienização e ainda realize obras de manutenção.

"Estamos colocando os equipamentos e vamos manter a estrutura durante toda a pandemia”, disse o presidente da FIEMG, Flávio Roscoe.

O diretor Administrativo do Instituto Mário Pena, Marco Antônio Viana Leite, ressaltou que o apoio da sociedade é fundamental para que a instituição realize seu trabalho. “Se não fosse pelas doações, a gente não sobreviveria. Esse é um momento importante, quando concretizamos mais essa realização e a FIEMG capitaneou esse projeto conosco. Diante desta pandemia, vemos que é o momento de demonstrar que podemos fazer a nossa parte e de olharmos todos na mesma direção”, declarou.

O nome do centro médico é uma homenagem a José Rodrigo Machado Zica, um dos fundadores da Minasligas e a Delp Engenharia Mecânica. “Não posso deixar de falar sobre a importância da escolha do nome do Centro José Rodrigo Machado Zica, um exemplo de pessoa e de industrial que aqui recebe esta homenagem”, afirmou Flávio Roscoe.