98 Live - Logo
  1. News
  2. Saúde
  3. Secretaria de Saúde diz que MG possivelmente terá queda e depois 'flutuações'

Secretaria de Saúde diz que MG possivelmente terá queda e depois 'flutuações'

Carlos Eduardo Amaral disse que Minas viverá "vaivém" do ponto de vista do isolamento; ele disse que medidas deverão ser tomadas até provavelmente até o inverno ou pós-inverno de 2021, ou até ter uma vacinação ampla na sociedade

Por Fernando Motta - Saúde29/07/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

O secretário de Saúde Carlos Eduardo Amaral disse em entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (29) que Minas viverá "vaivém" do ponto de vista do isolamento. Segundo ele, o Estado possivelmente terá um momento de queda nas próximas semanas, mas depois terá "flutuações".

"Não dá pra ninguém pensar que daqui a dois meses vamos voltar a fazer tudo o que se fazia antes, da forma que se fazia antes. Nós vamos precisar nos cuidar, usar máscaras, ter higiene adequada, manter distanciamento por um período bom. E esse período não será um mês, ele será provavelmente até o inverno ou pós-inverno de 2021, ou até ter uma vacinação ampla na sociedade", avaliou.

Segundo Amaral, o plano Minas Consciente foi feito para garantir que as regiões possam avançar de forma segura, ou recuar quando houver avanço de casos. "Alguma região que piorou, ela volta, alguma região que está mais tranquila, ela avança. É assim que foi pensado o plano Minas Consciente desde o início", disse.

Nesta tarde, o governador Romeu Zema fará uma live para anunciar novas medidas do plano Minas Consciente, adotadas após consulta pública.

Logística para futuras vacinas

Segundo o secretário Carlos Eduardo Amaral, caberá ao Ministério da Saúde a aquisição das vacinas. Segundo ele, a função do Estado inicialmente será definir com clareza a distribuição e como esse medicamento vai chegar aos 853 municípios mineiros, e de uma forma geral de como será a a distribuição, aplicação das vacinas e em qual momento.