98 Live - Logo
  1. News
  2. Saúde
  3. Todos acima de 18 anos estarão vacinados em MG até o fim do ano, diz secretário

Todos acima de 18 anos estarão vacinados em MG até o fim do ano, diz secretário

Fábio Baccheretti também confirmou a chegada de mais um lote da Coronavac para a segunda dose do grupo de 64 a 69 anos

Por João Henrique do Vale e Marcello Oliveira - Saúde13/05/2021
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

O secretário de Saúde de Minas Gerais, Fábio Baccheretti, confirmou em coletiva na tarde desta quinta-feira (13) a chegada de mais 207.800 doses da vacina Coronavac ao Estado. Minas Gerais está com a segunda dose do imunizante do Butantan atrasada em diversas cidades, inclusive em Belo Horizonte. Ele disse ainda que, até o fim do ano, todos os mineiros acima de 18 anos estarão vacinados.

Ao todo seriam necessárias 370 mil doses da Coronavac para suprir a demanda de segunda doses faltantes ao público de 64 a 69 anos. Somada às 100 mil doses que já estavam armazenadas, agora o Estado conta com 300 mil doses da vacina em estoque e, segundo o secretário, no início da próxima semana, o Ministério da Saúde vai enviar outras 200 mil doses da vacina do Butantan, regularizando, assim, a fila pela segunda dose em Minas.

O secretário anunciou ainda a chegada de 420 mil doses da vacina Astrazeneca que também serão usadas como segunda doses.

Vacinação de maiores de 18 anos até agosto 

O Secretário de Saúde falou da perspectiva de Minas Gerais de vacinar todas as pessoas acima de 18 anos até o final deste ano. “De acordo com o Plano Nacional de Imunização, o público prioritário será imunizado até agosto, setembro. Com a expectativa de entrega do Ministério da Saúde (de vacinas), até o final do ano, toda população mineira acima de 18 anos será imunizada”, afirmou.

Mais regiões da onda amarela

As macrorregiões de Saúde Norte e Sudeste apresentaram queda na incidência e na ocupação de leitos e poderão avançar para a onda amarela do Minas Consciente, plano criado pelo Governo de Minas para garantir a retomada segura da economia no estado.

A decisão, que passa a valer no sábado (15), foi tomada nesta quinta-feira (13) pelo Comitê Extraordinário Covid-19, grupo que se reúne semanalmente para avaliar a situação da pandemia no Estado. Assim, Minas Gerais possui nove das 14 macrorregiões na onda vermelha (Centro, Centro-Sul, Leste, Leste do Sul, Nordeste, Noroeste, Oeste, Sul e Triângulo do Sul); e cinco na amarela (Norte, Sudeste, Triângulo do Norte, Vale do Aço e Jequitinhonha).

A macrorregião Jequitinhonha foi mantida na onda amarela, por decisão do Comitê, mas será observada diariamente pelo Grupo Executivo, e poderá regredir para a vermelha caso não haja melhora dos indicadores.

Aplicativo

O secretário aproveitou a ocasião para explicar como vai funcionar o novo aplicativo da Secretaria Estadual de Saúde para que todos os maiores de 18 anos possam se registrar. O aplicativo permitirá agendar o local, a data e hora para em que o usuário quiser se vacinar e ainda avisará quando a vacina estará disponível ao grupo ao que ele pertence. Os usuários também ganharão um cartão de vacina virtual e assim que ele for vacinado, a informação será transmitida em tempo real ao Ministério da Saúde.