Carregando...

Cidades

Abrasel alega “caos instaurado” e entra na justiça contra PBH

Medida contra “Lei Seca” foi anunciada pelo novo presidente da entidade, Matheus Daniel

Por Lucas Rage

A Abrasel/MG pretende ir à Justiça contra o decreto da Prefeitura de BH que proibiu o consumo de bebidas alcoólicas nos bares e restaurantes da capital.

A medida foi anunciada pelo presidente recém-eleito da entidade, Matheus Daniel, no perfil oficial da Abrasel no Instagram.

“Na última segunda-feira tivemos uma reunião com o secretariado da Prefeitura. Explicamos para ele o caos que está instaurando no setor de bares e restaurantes”, explicou. “Os estoques dos bares estavam lotados para o feriado, as escalas estavam feitas”, completou.

Ainda segundo Daniel, pequenas confraternizações já estavam agendadas em estabelecimentos, com o devido distanciamento de mesas pré-definido. Conforme o presidente da Abrasel/MG, a falta de diálogo é uma constante do Executivo Municipal.

A Prefeitura, há mais de 30 dias, não nos dá chance de conversar. Não quis conversar com o setor. Não quis conduzir em conjunto uma solução para 2 milhões e 500 mil pessoas. A Prefeitura se fecha em um grupo pequeno e decide a vida de milhões de pessoas”, desabafou.

O presidente da Abrasel/MG ainda teceu críticas à forma como a Prefeitura tem lidado com a pandemia. Entre os problemas elencados, os ônibus lotados e as filas de banco numerosas

“Vários bares e restaurantes já fecharam, e muitos outros vão fechar. Justamente pela hipocrisia e pela crueldade que a Prefeitura está fazendo com o setor”, desabafou.

Matheus Daniel defendeu ainda a punição a bares e restaurantes que não obedecem as normas de distanciamento social impostas pela PBH. “Não se pode tirar um recorte de uma região, de um local que está causando aglomeração, e punir todos os outros. Se um ônibus está lotado, por que não se interdita todos os ônibus?”, questionou.

Segundo o presidente da Abrasel/MG, foi dado o prazo até a noite desta quarta-feira (09) para que a Prefeitura se posicionasse sobre o tema. “As pessoas precisam sobreviver. Em nome desses milhares de trabalhadores de bares e restaurantes, a Abrasel neste momento está entrando na Justiça, mais uma vez, para tentar ser ouvida”, finalizou.

Veja a postagem oficial da Abrasel/MG

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais