Cidades

  1. Notícias
  2. Cidades
  3. Após nove meses, prefeitura de BH tenta retomada do desassoreamento da Lagoa da Pampulha
Imagem: Rodrigo Clemente / PBH

Após nove meses, prefeitura de BH tenta retomada do desassoreamento da Lagoa da Pampulha

Licitação foi lançada nesta quarta-feira e trabalhos estão previstos para retornar em setembro


Por João Henrique do Vale

A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) tenta retomar os trabalhos de desassoreamento da Lagoa da Pampulha, que estão parados há nove meses. O edital de licitação foi publicado nesta quarta-feira no Diário Oficial do Município (DOM). A expectativa é que a limpeza sejam retomada em setembro deste ano. 

Segundo o executivo municipal, os serviços iniciaram em 2018 e terminaram em setembro de 2021 estando, portanto, sem empresa contratada desde então. Neste período, o investimento foi de aproximadamente R$ 37,5 milhões. Foram retirados 520 mil metros cúbicos de sedimentos e resíduos do fundo do manancial

Nos últimos nove meses o serviço deixou de ser realizado. A prefeitura tenta, agora, contratar uma nova empresa para fazer o serviço. 

O valor teto dos serviços licitados, conforme edital, é de R$ 60,7 milhões e o prazo de vigência do contrato é de 24 meses contados a partir da primeira assinatura do contrato. O prazo pode ser renovado por até 60 meses. 

“A previsão é de que em setembro próximo os serviços de desassoreamento da Lagoa da Pampulha já estejam em operação”, informou a prefeitura. 

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais