Cidades

  1. Notícias
  2. Cidades
  3. Após ter projeto rejeitado, Kalil se diz perseguido e faz ataques a presidente da Câmara
Imagem: Victor Duarte / Rede 98

Após ter projeto rejeitado, Kalil se diz perseguido e faz ataques a presidente da Câmara

"Não escolho amigo não, escolho inimigo também", afirmou o chefe do Executivo, em fala à imprensa


Por Victor Duarte e Lucas Rage

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), criticou, durante entrevista coletiva, nesta quinta-feira (3), a decisão da presidente da Câmara Municipal de BH, vereadora Nely Aquino (Podemos), de devolver o projeto que tinha como objetivo reduzir a passagem de ônibus em 20 centavos. Em troca, a PBH arcaria com a despesa da gratuidade no transporte coletivo.

O prefeito afirmou que Nely Aquino extrapolou e agiu com intenções políticas. Ele disse que os vereadores foram privados de debater o projeto e que todos os pontos questionados pela chefe do legislativo da cidade estavam explicados no texto. Kalil chegou a usar o termo "inimigos", ao se referir aos parlamentares belorizontinos. "Não escolho só amigo não. Escolho inimigo também. E tem que ser do meu tamanho. Nenhum deles lá [na Câmara] é", afirmou Kalil.

Kalil disse ainda que colocou todo o corpo técnico da Prefeitura para esclarecer pessoalmente as duvidas dos vereadores e afirmou que vai reenviar o projeto ao Legislativo. Ele também pediu desculpas a pela situação do transporte na capital e acusou o grupo de Nely na Câmara de agir contra a população.

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais