Cidades

  1. Notícias
  2. Cidades
  3. ArcelorMittal vai investir R$ 144 milhões para ampliar produção em Sabará, na Grande BH
Imagem: André Cruz/Imprensa MG

ArcelorMittal vai investir R$ 144 milhões para ampliar produção em Sabará, na Grande BH

Expansão visa atender demandas da indústria e do setor automotivo; Siderúrgica chega a R$ 4,5 bilhões de aportes anunciados em Minas


Por Agência Minas

Uma das mais antigas siderúrgicas de Minas, a ArcelorMittal Brasil firmou nesta quarta-feira (1/6) mais um compromisso para ampliar as suas atividades no estado. Com a presença do governador Romeu Zema, a empresa anunciou a ampliação da unidade de Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, com um aporte de R$ 144 milhões até 2024. Com isso, a empresa chega a R$ 4,5 bilhões em expansões anunciadas recentemente para plantas em Minas Gerais, o que contribuirá para geração e manutenção de muitos empregos no estado.

De acordo com o projeto, a unidade de Sabará terá capacidade aumentada em 35% para oferecer soluções de alto valor agregado para os setores automotivo e da indústria. Com a aquisição de dois novos equipamentos automatizados para a trefilação, a ArcelorMittal ampliará seu portfólio de soluções em aço para o mercado de molas, amortecedores, parafusos, fixadores e outros produtos da indústria.  

O governador Romeu Zema destacou a importância do investimento para a geração de emprego e renda, além de contribuir para o desenvolvimento do município e do estado. “Essa unidade aqui de Sabará vai sair de 150 mil para 200 mil toneladas de produção por ano. Isso significa mais emprego para o mineiro e mais desenvolvimento. O que nosso governo tem feito é exatamente isso, dar oportunidade de trabalho. Queremos que Sabará e Minas Gerais cresçam. Já estamos batendo a meta de quase meio milhão de empregos gerados em Minas Gerais nesses três anos e meio de governo, e queremos muito mais. O meu sonho é um emprego digno para cada um dos mineiros. E estamos aqui dando mais um passo nesta direção”, ressaltou.

Uso na fabricação de veículos

A expansão permitirá a geração de cerca de 90 empregos temporários a partir do 2º semestre de 2022, durante as obras civis para a readequação dos galpões para as máquinas. A produção será voltada prioritariamente para o mercado interno.

“O investimento reforça a nossa posição no mercado brasileiro e incrementa a competitividade da empresa nos setores automotivo e da indústria. É bom destacar que nove dos dez veículos mais vendidos no Brasil utilizam aço produzido na unidade de Sabará”, explica Jefferson De Paula, presidente da ArcelorMittal Brasil e CEO da Aços Longos e Mineração Latam.

Celeiro de atração de investimentos

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio, disse que Minas Gerais se transformou em celeiro de atração de investimentos, visto que a atual gestão do governador Romeu Zema tem conseguido consolidar um ambiente de negócios com segurança jurídica e desburocratizado, favorável para que empresas se instalem no estado e para que empreendimentos aqui instaladas possam ter segurança jurídica não apenas para manter as atividades, mas também para ampliá-las, como é o caso da AcelorMittal.

“O esforço da equipe econômica do Governo de Minas de adotar uma legislação mais amigável, contemplando ações de simplificação e desburocratização do ambiente de negócio, vem transformando Minas Gerais em estado amigo do empreendedor, em que a expansão de empresas é uma realidade, impulsionando o crescimento econômico regional e contribuindo para a geração de mais emprego e renda para os mineiros”, salientou.

Histórico de investimentos em Minas

Em novembro de 2021, a empresa já havia anunciado investimentos em ampliações de duas outras unidades em Minas Gerais: R$ 2,5 bilhões, em João Monlevade, e mais R$ 1,8 bilhão na usina de Serra Azul (Itatiaiuçu), com previsão de geração de 1.350 empregos diretos no total. Os aportes serão feitos também até 2024.

O diretor-presidente da Invest Minas, João Paulo Braga, considera que o investimento é um sinal claro da avaliação positiva do empresariado mineiro em relação à melhoria do ambiente de negócios no estado e a confiança de um crescimento ainda maior nos próximos anos.

“Vivemos definitivamente um novo momento em Minas, em que os empresários se sentem seguros e confiantes em investir. E a economia mineira tende a crescer ainda mais com a consolidação de outros investimentos que estão previstos, como no setor ferroviário, na concessão de rodovias e no setor de tecnologia. Estamos retomando o papel de destaque no Brasil e no mundo”, afirma.

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais