Cidades

  1. Notícias
  2. Cidades
  3. Belo Horizonte confirma a primeira morte em decorrência da dengue em 2022
Imagem: Márcio Martins / PBH

Belo Horizonte confirma a primeira morte em decorrência da dengue em 2022

A capital mineira tem mais de 900 casos confirmados da doença


Por João Henrique do Vale

A Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte registrou, na tarde desta sexta-feira, a primeira morte em decorrência da dengue na cidade em 2022. O óbito aconteceu em abril deste ano. Exames laboratoriais e avaliações epidemiológicas confirmaram se tratar da doença. 

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o morador é um homem,  de 35 anos, que vivia na Região Leste da cidade. Ele era portador de comorbidades. Em 2021, a capital não registrou óbito. Já em 2020, uma morte foi confirmada. 

De janeiro até 4 de agosto, foram 920 casos confirmados em Belo Horizonte, segundo boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura. Ainda estão sendo investigados 928 notificações. Já foram descartados 5.074 casos. 

A Região Nordeste da cidade é a que mais registra casos confirmados da dengue, com 174 notificações no total. Seguido da Região Oeste, com 124, e Noroeste e Pampulha, com 109 registros cada.  

Zika e Chikungunya

A capital mineira já confirmou 77 casos de Chikungunya. Desse total, 45 foram autóctones, ou seja, com transmissão dentro da cidade. Outros 24 são importados e oito são de locais com origem indefinida. Estão sendo investigados 17 notificações. 

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, ações foram intensificadas para combater o mosquito aedes Aegypti nas regiões onde os casos foram confirmados. 

A capital mineira não registrou nenhum caso de zika em 2022. Foram recebidas nove notificações, sendo seis descartadas e outras três seguem sendo investigadas. 

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais